Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Terminação de cordeiros, com e sem suplementação na fase de cria, confinados ou semiconfinados em Brachiaria brizantha diferida: parasitismo gastrintestinal e eficiência bioeconômica / Performance of creep feed lambs, finished under feedlot or Brachiaria brizantha deferred pasture: gastrintestinal parasitism and bioeconomic efficiency

Catto, João Batista; Reis, Fernando Alvarenga; Feijo, Gelson Luis Dias; Costa, Fernando Paim; Costa, Jose Alexandre Agiova da; Fernandes, Luis Henrique; Guimarães, Nilton Gabriel Paiva.
Ciênc. anim. bras. (Impr.); 20: e, 2019. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1473657

Resumo

Objetivou-se avaliar os efeitos da suplementação na fase de aleitamento sobre o desempenho ponderal, o grau de infecção por nematódeos gastrintestinais e a viabilidade econômica na terminação de cordeiros em confinamento ou semiconfinamento. Na fase de aleitamento, os cordeiros de seis lotes de 30 ovelhas foram pesados ao nascimento e ao desmame. Três lotes foram suplementados em cochos individuais e o consumo de alimento foi mensurado. Na segunda fase, pós-desmame, os cordeiros foram distribuídos em dois grupos, considerando sexo, peso ao desmame e suplementação durante o aleitamento, para terminação em confinamento ou semiconfinamento. Todos os animais foram everminados no início da terminação. Os animais foram pesados a cada 14 dias e arraçoados com concentrado na proporção de 2% do peso vivo. Os animais confinados receberam silagem de sorgo, e os semiconfinados foram mantidos em pastagem de Braquiaria brizantha cv Piatã. A suplementação na fase de cria teve efeito no peso e no ganho em peso na desmama e na terminação, mas com retorno econômico favorável somente na terminação. O diferimento do pasto no sistema de semiconfinamento controlou a verminose, evitando mortes, e não houve diferenças no peso e no ganho em peso entre os cordeiros confinados ou semiconfinados. Os dois sistemas foram viáveis, mas o lucro no semiconfinamento foi 2,3 vezes superior ao do confinamento.
The objectives of this study were to evaluate the effect of creep feeding and drylots or semi confined raised lambs on weight gain, gastrointestinal nematodes infection and economic viability. Lambs from six lots of 30 ewes were weighed at birth and at weaning and the offspring of three lots were supplemented in private troughs and their food intake was measured. In the second phase, after weaning, lambs were divided into two finishing groups, feedlot or semi confinement considering gender, weaning weight and creep feeding. All animals were dewormed at early termination, weighed every 14 days and supplemented with 2% of body weight. Feedlot animals received sorghum silage while semi confined animals were kept at pasture on Brachiaria brizantha cv Piata. Creep feeding had effect on weight and weight gain at weaning and finishing, but favorable economic returns were only observed at termination. Pasture deferred in the semi-confinement system controlled verminosis, preventing deaths with no differences in weight and weight gain among feedlots or semi-confined lambs. Both systems were economically viable, but profit in semi confinement was 2.3 times higher than the feedlots.
Biblioteca responsável: BR68.1