Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Composição do líquido sinovial de cães com ruptura do ligamento cruzado cranial

Pacheco Batista Borges, Andréa; Maria de Faria Rezende, Cleuza; Batista de Assis, Carlos; Ferreira Pereira, Márcia; Maciel Andrade, Leonardo.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-1475239

Resumo

The characteristics of the synovial fluid of both stifle joints from dogs with unilateral cranial cruciate ligament rupture were studied in six adult dogs. The macroscopic parameters observed were color, volume, viscosity, turbidity, and coagulation. In addition, mucin tests were performed. The microscopic parameters were global cell counting and differential cell counting. Two animals presented normal viscosity and in the others the viscosity was reduced. The result of the mucin test was normal in all animals and there was no coagulation of the fluid when in contact with the air. The differential cell counting was maintained within regular standards cited in the literature. Therefore, in the cases of cranial cruciate ligament rupture, the synovial fluid of the stifle joint can stay without any macroscopic change. Although the global and relative cell composition of the affected joint synovial fluid were kept within regular standards according to the literature, they were consistently higher than that of the normal joint.
As características do líquido sinovial de ambas articulações fêmoro-tíbio-patelares de animais portadores de ruptura do ligamento cruzado cranial unilateral foram estudados em seis cães adultos. Os parâmetros macroscópicos observados foram cor, volume, viscosidade, turbidez, coagulação e teste de mucina. Os parâmetros microscópicos foram a contagem global e diferencial de células. Em dois animais, a viscosidade manteve-se normal e no restante apresentou-se diminuída. O resultado do teste de mucina foi normal em todos os animais e não ocorreu coagulação do fluido quando em contato com o ar. A contagem diferencial de células manteve-se dentro dos padrões normais, citados na literatura. Portanto, nos casos de ruptura do ligamento cruzado cranial, o líquido sinovial da articulação do joelho pode permanecer dentro dos padrões normais que o caracterizam, quanto aos aspectos macroscópicos. A composição celular global e relativa do líquido sinovial da articulação afetada apresenta respectivamente contagem superior e diferente a da articulação normal, embora dentro dos padrões fisiológicos citados na literatura.
Biblioteca responsável: BR68.1