Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Ceratoplastia com enxerto autógeno lamelar livre de córnea e pediculado de conjuntiva fixados com adesivo de cianoacrilato em cães

de Vargas Arigony Braga, Fabrício; Luis Pippi, Ney; Gomes, Kleber; Weiss, Marcelo; Flores, Fabíola; Dalmolin, Fabíola; Severo, Douglas; Krauspenhar, Luciene; Leotte, Alessandro.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-1476246

Resumo

The cornea is frequently exposed to traumas, lacerations, perfurations and ulcers, needing in most cases surgical correction. The conjunctival pedicle grafts are indicated in these cases, giving protection and support for ulcers, but obstructing the visual capacity of the affected eye. The lamelar grafts are other indications for treatment, mainly when preventing the visual loss. The cianoacrylate adhesive was discovered at the end of the forthies, but started to be used in ophtalmology in the begigning of the sixties. Due to its properties, as good tissue adhesion, quick dried and polimerization, it has been indicated in the treatment of deep or refractive corneal ulcers, descemetoceles and in punctiform corneal perforations. With the objective to test the cianoacrylate adhesive in the fixation and maintenance of corneolamelar grafts and conjunctival pedicle grafts in corneal ulcer, 10 male and female mongrel dogs from the Central Bioterio of Santa Maria Federal University were used. After anesthesia protocol and routine eyeball fixation, a trephination was performed, involving 2/3 of the corneal stroma, being 5.5mm in diameter in the left eye and 5mm in the right eyes. The lamelar corneal grafts from the left eyes were fixed in the recipient cornea of the right eyes, using the adhesive in the margin of the graft. In the left eyes, a conjunctival pedicle flaps were fixed in the corneal deffects, using the same adhesive in the margins. Daily ophtalmologic control was made during 30 days. The corneal lamelar grafts were incorporated to the recipient cornea. The fixation technique was rapid and easily performed, with low cost. The eyes had 20% opacities with the use of the lamelar corneal graft, and 80% with no vascularization and opacities present in 30 days. When conjunctival flaps technique was used, it has 100% dehiscence of the cases.
A córnea, devido a sua localização externa e exposta, está freqüentemente sujeita a traumas ou processos lesivos como lacerações, perfurações e ulcerações, havendo, em muitos casos a necessidade de correção cirúrgica. Os enxertos pediculados de conjuntiva têm seu uso indicado nestes casos e se prestam bem como medidas de proteção e suporte para as ulcerações, porém impedem a capacidade visual plena do olho afetado. Os transplantes lamelares são outra indicação de tratamento, principalmente quando se deseja prevenir a ocorrência da perda visual. Os adesivos de cianoacrilato foram descobertos no final da década de 40, mas somente foram utilizados em oftalmologia no início da década de 60. Devido a propriedades como boa aderência aos tecidos biológicos, rápida secagem e polimerização, têm sido indicados no tratamento de úlceras profundas ou refratárias, descemetoceles e ainda em pequenas perfurações corneanas. Com o objetivo de testar o adesivo de cianoacrilato na fixação e manutenção de botões córneo-lamelares autógenos e de enxertos pediculados de conjuntiva em úlceras corneanas experimentais, foram utilizados 10 cães, machos ou fêmeas, provenientes do Biotério Central da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Após anestesia, blefarostase e fixação do globo ocular como de rotina, foram realizadas trepanações compreendendo 2/3 da espessura da córnea sendo de 5,5 mm de diâmetro no olho esquerdo (OE) e de 5 mm no olho direito (OD). O botão lamelar resultante do OE foi fixado no leito receptor do OD com o uso de adesivo ao longo das bordas do enxerto e da córnea receptora. No olho esquerdo, após sua confecção, o enxerto de conjuntiva pediculado foi fixado à área receptora também por meio da colocação de adesivo sobre suas bordas. Foi realizada avaliação oftalmológica diária durante 30 dias. Os botões lamelares permaneceram fixados e foram incorporados à córnea receptora. A técnica de fixação foi de fácil realização, sendo rápida e de baixo custo com opacidade leve em 20% dos casos e ausente em 80% e ausência de vascularização aos 30 dias. Porém, houve 100% de deiscência total nos enxertos pediculados. A técnica de ceratoplastia lamelar autógena com o uso de adesivo de n-butil cianoacrilato pode ser indicada como opção terapêutica nas úlceras profundas em cães.
Biblioteca responsável: BR68.1