Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Crescimento do morangueiro: influência da cultivar e da posição da planta no canteiro

Samuel Strassburger, André; Marins Nogueira Peil, Roberta; Ernani Schwengber, José; de Souza Martins, Denise; Alberto Barbosa Medeiros, Carlos.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-1478478

Resumo

The aim of this research was to evaluate the growth of strawberry cultivars growing in organic crop system observing the influence of plant position in the bed on accumulated dry matter production and its partitioning among the aboveground plant organs. The experiment was conducted in Embrapa Clima Temperado, Estação Experimental Cascata, Pelotas, RS. The treatments were compose by the combination of two experimental factors: cultivar ('Aromas', 'Albion', 'Camarosa' and 'Camino Real') and plant position in the bed (Central and Border). The experimental design used was randomized blocks with split-plots and four replications. 'Camarosa' cultivar presented highest dry mass production of aboveground organs (62.3; 27.5 and 88.0g plant-1 for leaves, crown and fruits, respectively), and together 'Aromas', highest yield (64.2 and 59.1Mg ha-1, respectively). 'Aromas' cultivar presented highest fruit dry mass contribution for the total aboveground dry mass production (60.6%) and the highest harvest index (88%). The plant position in the bed did not influence the growth and yield of the plants, which indicate no border effect for the 'Albion', 'Aromas', 'Camarosa' and 'Camino Real' strawberry cultivars.
O objetivo deste trabalho foi avaliar o crescimento de cultivares de morangueiro em sistema de cultivo orgânico, observando a influência da posição da planta no canteiro sobre a produção acumulada e a partição de massa seca entre os órgãos aéreos das plantas. O experimento foi realizado na Embrapa Clima Temperado, Estação Experimental Cascata, Pelotas, RS. Os tratamentos constaram da combinação de dois fatores experimentais: cultivar ('Albion', 'Aromas', 'Camarosa' e 'Camino Real') e a posição das plantas no canteiro (Central e Bordadura). O delineamento experimental adotado foi o de blocos completos casualizados com parcelas divididas e quatro repetições. A cultivar 'Camarosa' apresentou maior produção de massa seca dos órgãos aéreos das plantas (62,3; 27,5 e 88,0g planta-1 para folha, coroa e frutos, respectivamente) e, juntamente com a 'Aromas', maior produtividade (64,2 e 59,1Mg ha-1, respectivamente). A cultivar 'Aromas' apresentou a maior contribuição proporcional dos frutos para a composição do total de massa seca da planta (60,6%) e o maior índice de colheita (88%). A posição das plantas não influenciou o crescimento e a produtividade, indicando ausência de efeito de bordadura para as cultivares 'Albion', 'Aromas', 'Camarosa' e 'Camino Real'.
Biblioteca responsável: BR68.1