Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Dimensionamento amostral para avaliação de altura e diâmetro de mudas de Cabralea canjerana

Centro de Ciências Rurais (CCR)) Cargnelutti Filho, Alberto; Machado Araujo, Maristela; Gasparin, Ezequiel; Luciana de) Avila, Angela.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-1479047

Resumo

In nurseries, it is important to determine the number of plants to be evaluated so that inferences about seedling growth are reliable. The aim of this research was to estimate the sample size (number of plants) necessary to evaluate plant height, collar diameter and relation plant height/collar diameter of canjerana seedlings (Cabralea canjerana (Vell.) Mart.) and to verify its variability among tubes, substrates and ages evaluation. An experiment was conducted in the nursery, in which nine treatments, organized in randomizes blocks design with four replication, were formed by the combination of three sizes of tubes (100, 180 and 280cm³) and three substrates (100% peat, 80% peat + 20% rice hulls and 60% peat + 40% rice hulls). It was evaluated the following characters, in ten ages: plant height, collar diameter and relation plant height/collar diameter, in ten plants sampled at random in each experimental unit. Analyses of variance, means comparison tests and verification of normality were carried and the sample size was calculated. The sample size to evaluate the plant height, collar diameter and relation plant height/collar diameter of canjerana seedlings is dependent on age evaluation. For the tubes, substrates and ages evaluation studied, 18 plants per experimental unit (pot) are enough to predict the these characters average, with an estimation error equal to 10% of estimated average, with a degree confidence of 95%.
Em viveiros florestais, é importante determinar o número de plantas a serem avaliadas para que as inferências sobre crescimento das mudas sejam confiáveis. O objetivo deste trabalho foi estimar o tamanho de amostra (número de plantas) necessário para avaliar a altura de planta, o diâmetro do coleto e a relação altura de planta/diâmetro do coleto de mudas de canjerana (Cabralea canjerana (Vell.) Mart.) e verificar a variabilidade do tamanho de amostra entre tubetes, substratos e idades de avaliação. Foi conduzido um experimento, em viveiro, no qual foram avaliados nove tratamentos, formados pela combinação de três tamanhos de tubetes (100, 180 e 280cm³) e três tipos de substratos (100% de turfa, 80% de turfa + 20% de casca de arroz carbonizada e 60% de turfa + 40% de casca de arroz carbonizada), no delineamento experimental em blocos ao acaso, com quatro repetições. Em dez idades de avaliação, foram mensurados os caracteres altura de planta e diâmetro do coleto, e calculada a relação altura de planta/diâmetro do coleto, em dez plantas, tomadas aleatoriamente, na área central de cada unidade experimental. Foram realizadas análises de variância, testes de comparação de médias, verificação de normalidade e calculado o tamanho de amostra. O tamanho de amostra para avaliar a altura de planta, o diâmetro do coleto e a relação altura de planta/diâmetro do coleto de mudas de canjerana é dependente da idade de avaliação. Para os tubetes, substratos e idades de avaliação estudados, 18 plantas por unidade experimental (bandeja) são suficientes para a estimação da média desses caracteres, para um erro de estimação igual a 10% da média estimada, com grau de confiança de 95%.
Biblioteca responsável: BR68.1