Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Composição das comunidades de planárias terrestres (Platyhelminthes, Tricladida, Terricola) do Parque Nacional dos Aparados da Serra, Brasil

A. Baptista, Vanessa; B. Matos, Lisiane; A. Fick, Israel; M. Leal-Zanchet, Ana.
Iheringia, Sér. zool; 96(3)2006.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-1483865

Resumo

The National Park of Aparados da Serra (PNAS), located at the Eastern border of Araucarian Plateau, is one of the main protected areas of Southern Brazil, being characterized by the occurrence of fragments of mixed ombrophilous forest, surrounded by wet and dry grassland fields, and a continuous area of dense ombrophilous forest. We registered for the PNAS 35 species of land planarians, distributed into five genera (Geoplana Stimpson, 1857, Choeradoplana Graff, 1896, Notogynaphallia Ogren & Kawakatsu, 1990, Pasipha Ogren & Kawakatsu, 1990 and Cephaloflexa Carbayo & Leal-Zanchet, 2003) of the family Geoplanidae, subfamily Geoplaninae. We observed 23 and 21 species, respectively, in the areas of mixed ombrophilous forest and dense ombrophilous forest. The Jaccard's similarity coefficient between the two areas was 0.42. In areas of dry grassland field, only one species was observed. Seven species were collected in disturbed open habitats, four of them also observed in the forest areas. The known distribution of four species, i.e., Cephaloflexa bergi (Graff, 1899), Notogynaphallia graffi Leal-Zanchet & Froehlich, 2006, Geoplana franciscana Leal-Zanchet & Carbayo, 2001, and Geoplana josefi Carbayo & Leal-Zanchet, 2001, the two latter ones having been known only from their type-locality, is amplified.
O Parque Nacional dos Aparados da Serra (PNAS), localizado na borda oriental do Planalto das Araucárias, é uma das principais unidades de conservação do sul do Brasil, caracterizando-se pela ocorrência de fragmentos de floresta ombrófila mista, intermediada por campos secos e úmidos, e por uma área contínua de floresta ombrófila densa. Registraram-se, para o PNAS, 35 espécies de planárias terrestres, distribuídas em cinco gêneros (Geoplana Stimpson, 1857, Choeradoplana Graff, 1896, Notogynaphallia Ogren & Kawakatsu, 1990, Pasipha Ogren & Kawakatsu, 1990 e Cephaloflexa Carbayo & Leal-Zanchet, 2003), pertencentes à família Geoplanidae, subfamília Geoplaninae. Observaram-se 23 e 21 espécies, respectivamente, nas áreas de floresta ombrófila mista e floresta ombrófila densa. O coeficiente de similaridade de Jaccard entre as duas formações foi de 0,42. Em áreas de campo nativo foi observada apenas uma espécie. Sete espécies foram coletadas em áreas abertas antropizadas, sendo quatro delas também observadas nas áreas de floresta. Amplia-se a distribuição de quatro espécies, a saber, Cephaloflexa bergi (Graff, 1899), Notogynaphallia graffi Leal-Zanchet & Froehlich, 2006, Geoplana franciscana Leal-Zanchet & Carbayo, 2001, e Geoplana josefi Carbayo & Leal-Zanchet, 2001, as duas últimas conhecidas somente da sua localidade-tipo.
Biblioteca responsável: BR68.1