Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Effect of different climatic environments on physiological characteristics of crossbred calves (Holandês X Gyr) / Efeito de diferentes ambientes climáticos sobre características fisiológicas de bezerros mestiços (Holandês X Gir)

Mendes Araujo, Johnny Iglesias; Araujo, André Campêlo; Rodrigues, Hudson Taylor Moreira; Oliveira, Lianny Gomes; Barros Junior, Cicero Pereira; Fonseca, Wéverton José Lima; Luz, Carlos Syllas Monteiro; Sousa Júnior, Severino Cavalcante de.
Rev. Ciênc. Agrovet. (Online); 15(3): 259-265, 2016. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1488126

Resumo

The aim of this work was to verify the adaptability of crossbred calves (Holstein x Gyr) created in the field and in the facilities in Bom Jesus, PI. Six crossbred calves (Holstein x Gyr) were distributed in two treatments: T1= Field and T2= Facilities, with three animals in each, with 32 repeated measurements over time, totaling 192 observations (6 animals x 32 repetitions per animal) during the experimental period. The physiological characteristics, such as respiratory rate (RR), heart rate (HR), rectal temperature (RT), and the sweating rate (SR) were recorded. The meteorological variables were: air temperature (AT), relative humidity (RH), globe temperature index and humidity (BGT1 and BGT2), where BGT1 was inside the facilities and BGT2 in the open field. All weather variables showed significant differences (p 0.05). The RR was higher (p < 0.05) for T1, with an average of 55.88 mov/min. There was a significant difference (p < 0.05) between treatments for HR, with averages of 92.19 and 86.25 bat/min. for T1 and T2, respectively. According to the results it can be stated that the facilities for calves positively influenced the performance of heat loss, giving values closer to the comfort zone.
Objetivou-se neste trabalho verificar a adaptabilidade de bezerros mestiços (Holandês x Gir) criados a campo e nas instalações, em Bom Jesus, PI. Foram utilizados seis bezerros mestiços (Holandês x Gir) distribuídos em dois tratamentos: T1= Campo e T2= Instalações, com três animais em cada um, e mensurou-se 32 medidas repetidas no tempo, totalizando 192 observações (6 animais x 32 repetições por animal) durante o período experimental. Nos animais foram registradas as características fisiológicas como: a frequência respiratória (FR), frequência cardíaca (FC), temperatura retal (TR) e a taxa de sudação (TS). As variáveis meteorológicas foram: Temperatura do Ar (TA), Umidade Relativa do Ar (UR), Índice de Temperatura de Globo e Umidade (ITGU1 e ITGU2), onde ITGU1 estava dentro das instalações e o ITGU2 no campo aberto. Todas as variáveis meteorológicas apresentaram diferença significativa (p 0,05). A FR foi maior (p < 0,05) para T1, apresentando média de 55,88 mov/min. Houve diferença significativa (p < 0,05) entre os tratamentos para a FC, com médias de 92,19 e 86,25 bat/min. para os T1 e T2, respectivamente. De acordo com os resultados obtidos pode-se afirmar que as instalações para bezerros influenciaram positivamente no desempenho da perda de calor, conferindo valores mais próximos da zona de conforto.
Biblioteca responsável: BR68.1