Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Nitrogen sources and splitting in genetically modified maize hybrids / Fontes e parcelamento do nitrogênio em híbridos de milho geneticamente modificados

Demari, Gustavo Henrique; Carvalho, Ivan Ricardo; Szareski, Vinicius Jardel; Follmann, Diego Nicolau; Souza, Velci Queiróz de; Basso, Claudir José.
Rev. Ciênc. Agrovet. (Online); 17(3): 325-335, 2018. graf, tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-1488245

Resumo

This study sought to evaluate the effects of sources and splitting of nitrogen on the morphological parameters and yield of genetically modified maize hybrids. This study was conducted during 2012/2013 and 2013/2014 growing seasons in Tenente Portela, Rio Grande do Sul, Brazil. Randomized blocks design in factorial arrangement (2 x 2 x 11 x 3) were used for the growing seasons; seasons x maize hybrids x nitrogen management x nitrogen sources, with three replicates. Analysis of variance pointed to interaction between all factors through plant height and number of kernels per row. Significant interaction through season x maize hybrids x nitrogen management for ear insertion height and grain yield. The interaction seasons x nitrogen management x nitrogen sources, and maize hybrids x nitrogen management can be highlighted for the variable ear insertion height. The characteristic thousand grain weight showed interaction through seasons x maize hybrids. Maize hybrids respond similarly to nitrogen management, where different nitrogen sources show similar behavior for the studied variables, without response to grain yield. The different nitrogen management forms caused positive effects on the evaluated variables, especially when performed in the early stages of culture. The current recommendation of nitrogen splitting in maize is adequate, but for the hybrid DKB 250 VT PRO2 ® in water deficit, nitrogen can be applied until the V8 growth stage.
Objetivou-se neste trabalho avaliar os efeitos do parcelamento e das fontes nitrogenadas aos parâmetros morfológicos e ao rendimento de grãos em híbridos de milho geneticamente modificados. Este estudo foi realizado nas safras agrícolas 2012/2013 e 2013/2014 em Tenente Portela, RS. Utilizou-se o delineamento de blocos ao acaso organizado em esquema fatorial (2 x 2 x 11 x 3) sendo, safras agrícolas x híbridos de milho x manejo de nitrogênio x fontes nitrogenadas, dispostos em três repetições. A análise de variância evidenciou interação entre todos os fatores via altura de planta, número de grãos por fileira. Interação significativa via safras agrícolas x híbridos de milho x manejo de nitrogênio para a altura de inserção da espiga e rendimento de grãos. Evidenciou-se interação safras agrícola x manejo de nitrogênio x fontes nitrogenadas, e híbridos de milho x manejo de nitrogênio para a variável altura de inserção da espiga. A característica massa de mil grãos apontou interação via safras agrícolas x híbridos de milho. Os híbridos respondem de maneira similar ao manejo de nitrogênio, onde as diferentes fontes nitrogenadas demonstram comportamento semelhante para as variáveis estudadas, não havendo resposta ao rendimento de grãos. Os diferentes manejos de nitrogênio proporcionam efeitos positivos para as variáveis aferidas, principalmente quando estes foram realizados em estádios iniciais da cultura. A recomendação atual de parcelamento do nitrogênio na cultura do milho está adequada, porém para o híbrido DKB 250 VT PRO2®, em déficit hídrico, o nitrogênio pode ser aplicado até o estádio vegetativo V8.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1