Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Ingestão de azevém pré-secado ou in natura e a relação com as taxas de gestação e de mortalidade embrionária em éguas da raça Crioula / Intake of ryegrass pré-dried or fresch and the relationship to pregnancy rates and embryonic death in Crioulo mares

Weiss, R. R; Ferraro, C. C; Muradás, P. R; Azevedo, R. A; Kozicki, L. E; Santos, I. W.
Rev. bras. reprod. anim; 36(4): 264-268, out.-dez 2012. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1492039

Resumo

O presente estudo objetivou avaliar as taxas de gestação e de mortalidade embrionária de éguas da raça Crioula, nutridas com azevém (Lolium multiflorum), na região dos Campos Gerais do Paraná. Os animais foram separados em dois grupos (G): G1- éguas alimentadas com pré-secado de azevém (n = 41); e G2 - éguas alimentadas com pasto de azevém in natura (n = 39). Cada um dos grupos foi subdivido em três subgrupos: 1.1 e 2.1- éguas no cio do potro; 1.2 e 2.2 - éguas lactantes; e 1.3 e 2.3 - éguas não lactantes. Todos os animais foram inseminados com sêmen fresco e sem diluição, proveniente de garanhões previamente avaliados e enquadrados nos padrões mínimos de qualidade de sêmen. Os parâmetros reprodutivos avaliados no estudo foram as taxas de gestação e de mortalidade embrionária. Como resultado total, o grupo 1 (azevém pré-secado) apresentou 80,49% de gestação (33/41 éguas), e o grupo 2 (azevém in natura) 92,31% de gestação (36/39 éguas) (P > 0,05). Nos subgrupos (SG), obtiveram-se, respectivamente, 78,95% de gestação; 87,50; 85,71; 92,31; 75; 100,00% de gestação para 1.1, 2.1, 1.2, 2.2, 1.3 e 2.3. Não ocorreu diferença significativa entre as taxas de gestação dos dois grupos e dos subgrupos. Relativamente à taxa de mortalidade embrionária até os 40 dias de gestação, o G1 apresentou 9,75% e o grupo 2, 2,56% (P > 0,05). Concluiu-se, no presente estudo, que não houve diferença nas taxas de gestação e de morte embrionária nas éguas da raça Crioula, alimentadas com o pré-secado de azevém ou com o azevém in natura.
This study aimed to evaluate pregnancy rates and embryonic death in mares of Crioulo breed, supplied with Lolium multiflorum in the Campos Gerais of Paraná. The animals were divided into two groups (G): G1 mares supplied with pre-dried Lolium multiflorum (n = 41) and G2 mares with Lolium multiflorum in natura (n = 39). Each group was subdivided into three sub-groups: 1.1 and 2.1 in foal heat; 2.2 1.2 lactating mares and 1.3 and 2.3 non-lactating mares. All animals were inseminated with fresh semen and without dilution, from fertile stallions. The reproductive parameters evaluated in the study were pregnancy rate and embryonic mortality. As a result it was found that group 1 (pre-dried) showed a 80.49% pregnancy rate (33/41 mares) and group 2 (Lolium multiflorum in natura) showed a 92.31% pregnancy (36/39 mares). In subgroups (SG) were obtained respectively 78.95 pregnancy, 87.5, 85.71, 92.31, 75, 100% pregnancy to 1.1, 2.1, 1.2, 2.2, 1.3 and 2.3. There was no significant difference in pregnancy rates between the two groups and subgroups. Regarding the rate at embryonic mortality until the 40 days of gestation, the G1 presented 9.75 and group 2, 2.56% (P > 0.05). It was concluded in this study, no difference in pregnancy rates and embryonic death in mares Criollo, fed with pre dried ryegrass or ryegrass cultivar.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1