Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Indução e sincronização de estro em ovelhas: desafios e potencial / Estrous induction and synchronization in ewes: challenge and potential

Souza, M. I. L.
Rev. bras. reprod. anim; 37(2): 220-225, abr.-jun. 2013.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1492076

Resumo

O conhecimento da dinâmica endócrina do ciclo estral permitiu o desenvolvimento de protocolos hormonais, isolados ou associados às técnicas de manejo, para controlar a apresentação do estro e da ovulação. Os protocolos convencionais envolvem dispositivos intravaginais impregnados com progesterona ou progestágenos e prostaglandinas ou seus análogos, em conjunto com gonadotrofina coriônica equina (eCG), visando à produção de folículos saudáveis em um ambiente de baixas concentrações de gonadotrofinas e estrógenos ou luteólise com uma subsequente fase folicular culminando em ovulação. Na indução ou sincronização do momento da ovulação, com os mesmos regimes aplicados em bovinos, são usadas gonadotrofinas (eCG; gonadotrofina coriônica humana; hCG; hormônio folículo estimulante; FSH), GnRH (fator liberador de gonadotrofinas) ou estrógenos. Contudo, mais estudos são necessários para a produção de ovinos em larga escala, do tipo “verde, ético e limpo”, a ativação da reprodução por meio de métodos nutricionais, de manejo ou do uso de menos hormônios exógenos. Esta revisão aborda os métodos que vêm sendo utilizados para sincronização de estro em ovelhas, bem como as alternativas que existem à hormonioterapia.
The knowledge of estrous cycle endocrine dynamics allowed the development of hormonal protocols, isolated or associated with management techniques to control the onset of estrous and ovulation. Conventional protocols involve intravaginal devices impregnated with progestagens or progestin and prostaglandins or their analogues, in conjunction with equine chorionic gonadotrophin (eCG), yielding healthy follicles in environment of low concentrations of gonadotrophins and oestrogens or a luteolisis with a subsequent follicular phase culminating in ovulation. Synchronization of time or induction of ovulation using the same regimens as applied in cattle, using various gonadotrophins (equine chorionic gonadotrophin - eCG; human chorionic gonadotrophin – hCG; stimulate follicle hormone - FSH), GnRH (gonadotrophin releasing factor)or oestrogens. However, more studies are needed for ovine industry on a large scale, such as “green, clean and ethical”, enabling playback through nutritional methods, management or use of exogenous hormones less that it should becomes object of investigation. This review covers the methods that have been used for estrous synchronization in ewes, as well as the alternatives that exist to hormonetherapy.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1