Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Controle neuroendócrino da ovogênese em peixes teleósteos / Neuroendocrine control of oogenesis in teleost fish

Honji, Renato Massaaki; Moreira, Renata Guimarães.
Rev. bras. reprod. anim; 41(1): 86-93, Jan-Mar. 2017.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1492444

Resumo

O estudo sobre o controle neuroendócrino da reprodução em teleósteos tem sido importante paracompreender os mecanismos regulatórios da atividade reprodutiva destes animais e possibilitado entender asrazões do bloqueio da reprodução no cativeiro. A reprodução em peixes é modulada por fatores ambientais econtrolada endogenamente por um sistema neuroendócrino, principalmente pelo eixo hipotálamo-hipófisegônadas(H-H-G). Este eixo coordena a síntese de hormônios liberadores, inibidores, gonadotropinas, esteroidesgonadais, regulando assim a reprodução. Este controle endócrino se altera quando espécies migradoras sãotransferidas para o cativeiro, pois neste ambiente confinado, algumas espécies não conseguem eliminar os seusgametas. Neste caso, intervenções hormonais exógenas em diferentes níveis do eixo H-H-G são necessárias paradar continuidade ao processo de maturação gonadal. Esta revisão aborda a fisiologia do eixo H-H-G, com ênfasenos estudos realizados nas espécies neotropicais nacionais e discute disfunções decorrentes do bloqueio dareprodução em animais em cativeiro.
The study on the neuroendocrine control of teleost reproduction has been important to understand theregulatory mechanisms of reproductive activity of these animals, allowing the understanding the reasons ofreproduction impairment when they are under captivity conditions. The reproduction in fish is modulated byenvironmental factors and endogenously controlled by a neuroendocrine system, mainly by the hypothalamicpituitary-gonadsaxis (H-P-G). This axis coordinates the synthesis of releasing and inhibitory hormones,gonadotropins, gonadal steroids, controlling therefore reproduction. The endocrine control is altered whenmigratory species are transferred to captivity, where some species cannot release their gametes. In this case,exogenous hormones interventions at different levels of the H-P-G axis are necessary to continue the gonadalmaturation process. This review addresses the physiology of the H-P-G axis, emphasizing the studies with thenational neotropical species and discusses dysfunctions resulting from reproduction impairment in captivity.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1