Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Técnicas reprodutivas para a conservação de felídeos silvestres / Reproductive techniques for the conservation of wild felids

Moreira, Nei.
Rev. bras. reprod. anim; 41(1): 116-120, Jan-Mar. 2017.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1492449

Resumo

Os felídeos, principalmente os grandes, muitas vezes são vistos como ícones ou, na terminologiaacadêmica, como espécie bandeira simbolizando o ecossistema. Para que as técnicas de reprodução assistida(TRAs) possam desempenhar um papel significativo na conservação de felídeos, é essencial que as técnicas maisfundamentais de IA, FIV e TE, além da criopreservação de espermatozoides e embriões, primeiro sejamcompletamente desenvolvidas via estudos sistemáticos. Para a coleta de sêmen em felídeos, geralmente tem sidousada a eletroejaculação ou a coleta farmacológica, com fármaco que induz a ejaculação. Uma abordagem parasuperar a baixa qualidade do sêmen após a criopreservação, tem sido utilizar a inseminação laparoscópica, quepossibilita depositar o sêmen no ápice do corno uterino ou mesmo no oviduto, para alcançar uma fertilidade maissatisfatória. Considerando que os felídeos geralmente têm uma expectativa de vida curta, baixa produção defilhotes (1-4 filhotes/ninhada) e início precoce da senescência reprodutiva (~7-10 anos de idade), a atualmanutenção de populações geneticamente viáveis em cativeiro é muito difícil. As TRAs oferecem umaferramenta potencial para enfrentar esses desafios de manejo e auxiliar na conservação de felídeos silvestres.
Felids, especially the large species, are often seen as icons or, in academic terminology, as flag speciessymbolizing the ecosystem. For assisted reproductive techniques (ARTs) to play a significant role in theconservation of felids, it is essential that the most fundamental techniques of AI, IVF and ET, in addition tocryopreservation of sperm and embryos, be first fully developed through systematic studies. For the semencollection in felids, electroejaculation or pharmacological collection has usually been used, with a drug thatinduces ejaculation. One approach to overcome the poor quality of semen after cryopreservation has been to uselaparoscopic insemination, which makes it possible to deposit the semen at the apex of the uterine horn or evenin the oviduct, to achieve a more satisfactory fertility. Considering that felids generally have a short lifeexpectancy, low pups production (1-4 pups/litter) and early onset of reproductive senescence (~ 7-10 years ofage), the current maintenance of genetically viable populations in captivity is very difficult. ARTs offer apotential tool to address these management challenges and assist in the conservation of wild felids.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1