Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Eficiência alimentar e qualidade da carne de novilhas de corte cruzadas classificadas através do consumo alimentar residual / Feed efficiency and meat quality of crossbred beef heifers classified according to residual feed intake

Reis, Simone Frotas dos; Fausto, Daiane Aparecida; Medeiros, Sergio Raposo de; Paulino, Pedro Veiga Rodrigues; Valadares Filho, Sebastião de Campos; Torres Júnior, Roberto Augusto de Almeida.
Rev. bras. saúde prod. anim; 16(3): 632-642, jul.-set. 2015. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1493466

Resumo

This study aimed to evaluate feed efficiency and meat quality of 31 three-crossbred beef heifers during 84 days in a feedlot system. A 60:40 concentrate and sorghum silage ration on DM basis (ME = 2.73Mcal/kg of DM, CP = 11.90% DM) was fed ad libitum. Based on residual feed intake (RFI) calculations, the heifers were ranked in three groups of feed efficiency: High RFI (average mean = 0.776; n = 9), medium RFI (average mean = -0.010; n = 11), and low RFI (average mean = - 0.624; n = 11). High RFI heifers consumed 4.56% more DM per day than low RFI heifers (P 0.05) among RFI groups (1.40kg/day). No differences (P>0.05) were detected for digestibility of the nutrients: DM (64.00%), CP (60.01%), crude fat (72.90%), NDF (54.80%) and non-fibrous carbohydrate (NFC) (78.91%). There were no differences between low and high RFI groups for slaughter weight (475.00 vs. 479.55kg), hot carcass weight (259.09 vs. 261.44kg), Longissimus dorsi (LD) area (69.02 vs. 68.11 cm2), back-fat thickness (5.74 vs. 6.26 cm), shear force (5.45 vs. 5.19kg), sensorial traits of LD muscle, LD color (intensities L=40.47 a*=24.74 and b*=16.13) or commercial cuts yield. Low RFI heifers presented similar meat quality and carcass traits as high RFI heifers, however low RFI heifers consumed less DM (kg/d).
O objetivo com este estudo foi avaliar a eficiência alimentar, qualidade da carne e digestibilidade dos nutrientes em 31 novilhas de corte mestiças durante 84 dias de confinamento. A relação volumoso:concentrado da dieta oferecidaad libitum foi de 60:40 (EM= 2,73 Mcal/kg MS, PB= 11,90% MS). Baseado no consumo alimentar residual (CAR), os animais foram classificados em três grupos de eficiência alimentar: Alto CAR (média= 0,776; n = 9), médio CAR (média= -0,010; n = 11) e baixo CAR (média = - 0,624; n = 11). Novilhas alto CAR consumiram 4,56% a mais de MS diária comparadas à novilhas baixo CAR (P0,05) entre animais de diferentes grupos de eficiência (1,40kg/dia). Não houveram diferenças para a digestibilidade dos nutrientes entre os grupos avaliados: MS (64,00%), PB (60,01%), EE (72,90%), FDN (54,80%) e CNF (78,91%). Não houveram diferenças entre alto e baixo CAR para peso ao abate (475,00 vs. 479,55kg), peso de carcaça quente (259,09 vs. 261,44kg), área do músculo Longissimus dorsi(LD) (69,02 vs. 68,11 cm2), espessura de gordura subcutânea (5,74 vs. 6,26cm), maciez (5,45 vs. 5,19kg), características sensoriais do músculo LD, coloração do músculo LD (intensidades L=40,47 a*=24,74 e b*=16,13) ou rendimento de cortes comerciais. Novilhas baixo CAR apresentaram similar qualidade de carcaça e carne à novilhas classificadas como alto CAR, entretanto novilhas baixo CAR apresentaram um menor consumo de MS (kg/d).
Biblioteca responsável: BR68.1