Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Morphometric and productive characteristics of sorghum genotypes for forage production in the Brazilian semi-arid / Características morfométricas e produtivas de genótipos de sorgo para produção de forragem no semiárido brasileiro

Macêdo, Alberto Jefferson da Silva; Ramos, João Paulo de Farias; Santos, Edson Mauro; Sousa, Wandrick Hauss de; Oliveira, Flávio Gomes de; Souza, José Thyago Aires; Oresca, Denizard.
Rev. bras. saúde prod. anim; 19(3): 256-267, July-Sept. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1493783

Resumo

This study agronomically evaluated 14 sorghum genotypes in the Brazilian semi-arid region. A randomized complete block design, with the treatments represented by sorghum genotypes and three replicates, was used. The dry matter (DM), plant height (PH), number of live leaves, fresh matter production (FMP), dry matter production (DMP), leaf blade (LB), stem, panicle (PAN), dead material, water accumulation (WA), efficiency of rainwater use (ERU) and carrying capacity (SC) were measured. There was an effect of genotype among all the variables. The genotype with the highest percentage of DM was BRS 655 (26.42%). The genotypes BRS 655, BRS 506, B1141340, 13F04 (1141572) and PONTA NEGRA produced the most FMP, with values of 48,517, 48,500, 44,879, 44,788 and 43,549 kg/ha, respectively. Not only did the genotypes BRS 655, B1141340, 13F04 (1141572), BRS 506 and PONTA NEGRA present the highest DMP, with values of 12,426, 10,344, 9,778, 9,756 and 9,176 kg/ha, respectively, but also the highest values for ERU, WA and SC. There was a significant positive correlation between productive variables (FMP with DMP, PH, ERU and WA) and a nonsignificant negative correlation between morphometric variables (FMP with LB and PAN). A hierarchical formation of four groups was observed, with groups I and III composed of the most productive genotypes. BRS 655 can be recommended for cultivation since this genotype has desirable agronomic characteristics.
Objetivou-se avaliar agronomicamente 14 genótipos de sorgo no semiárido brasileiro. Utilizou-se delineamento experimental em blocos casualizados com os tratamentos representados pelos genótipos de sorgo e três repetições. Foram avaliadas matéria seca (MS), altura da planta (AP), número de folhas vivas, produção de matéria verde (PMV), produção de matéria seca (PMS), lamina foliar (LF), colmo, panícula (PAN), material morto (MM), acúmulo de água (ACA), eficiência do uso da chuva (EUC) e capacidade de suporte (CS). Houve efeito entre todas as variáveis. O genótipo com maior percentual de MS foi BRS 655 (26,42%). Houve efeito para PMV, os genótipos com maior produção foram BRS 655, BRS 506, B1141340, 13F04(1141572) e PONTA NEGRA, com valores de 48.517, 48.500, 44.879, 44.788, 43.549 kg/ha. Os genótipos que apresentaram maior PMS foram BRS 655, B1141340, 13F04(1141572), BRS 506 e PONTA NEGRA, com valores de 12.426, 10.344, 9.778, 9.756 e 9.176 kg/ha, respectivamente e também apresentaram maiores valores para EUC, ACA e CS. Houve correlação positiva significativa entre variáveis produtivas (PMV com PMS, AP, EUC e ACA) e correlação negativa não significativa (PMV com LF e PAN) com variáveis morfométricas. Houve formação hierárquica de quatro grupos, sendo os grupos I e III compostos pelos genótipos mais produtivos. O genótipo BRS 655 pode ser recomendado para o cultivo, pois possui características agronômicas desejáveis.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1