Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Origem e distribuição das artérias coronárias em veado catingueiro (Mazama gouazoubira)

Gonsalves, Beatriz Graça; Oberst, Janaina Souza Paula; Birck, Arlei José.
Rev. cient. eletrônica med. vet; 24: 1-10, jan. 2015. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1494174

Resumo

O veado-catingueiro é um ruminante e pesa em média 18 kg, é de pequeno porte, a coloração dessa espécie é bem variada podendo ser cinza escuro até marrom avermelhado, ou até baio. A maioria dos indivíduos apresentam uma pinta branca acima dos olhos, que é inexistente em outras espécies. Utilizou-se, um adulto da espécie Mazama gouazoubira, provenientes do CECRIMPAS (IBAMA nº 02027.002322/98-99) da Universidade Estadual do Centro-Oeste, Unicentro – Guarapuava-Pr. Este exemplar teve as artéria coronárias canulada e injetada com látex neoprene 650 para repleção do leito arterial e, em seguida, foram fixados em solução aquosa de formaldeído a 10%. Seu coração apresentou comprimento da base ao ápice 7,5 cm em seu eixo longitudinal e de largura da base apresentou 5,9 cm. As artérias coronárias, se originaram na face lateral esquerda da aorta ascendente, no seio aórtico esquerdo. A artéria coronária esquerda logo após a sua origem bifurca-se, próximo ao tronco pulmonar e a aurícula esquerda onde envia ramo interventricular paraconal, que percorre a face lateral esquerda do coração, e o ramo circunflexo, que passa na base, em direção a face direita. A artéria coronária direita emite o ramo circunflexo o qual passa entre a aurícula direita e a artéria tronco pulmonar, seguindo em direção a face lateral direita. Podemos perceber que há diferenças entre outras espécies e o veado-catingueiro, porém esse se assemelha com os de ruminantes domésticos.
The brown brocket deer weighs on average 18 pounds, is small, the color of this species is quite varied and can be dark gray to reddish brown, or even bay. Most individuals have a white spot above the eyes, which is absent in other species, and are ruminants. We used an adult of the species Mazama gouazoubira, from the CECRIMPAS (IBAMA n º 02027.002322/98-99) State University Midwest, Unicentro - Guarapuava-Pr. This copy had the coronary arteries cannulated and injected with neoprene latex 650 for repletion of the arterial bed and then were fixed in aqueous 10% formaldehyde. His heart showed length from base to apex 7.5 cm in its longitudinal axis and the width of the base showed 5.9 cm. The coronary arteries, originated in the left lateral aspect of the ascending aorta, the left aortic sinus. The left coronary artery after its origin bifurcates near the pulmonary trunk and left atrium where paraconal sends interventricular branch, which travels to face the left side of the heart, and the circumflex branch, which passes the base, toward the right cheek. The right coronary artery emits the circumflex branch which passes between the right atrium and the pulmonary artery trunk, towards the right side of the face. We realize that there are differences between other species and brown brocket deer, but this resembles those of domestic ruminants.
Biblioteca responsável: BR68.1