Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Nonvolant mammals in habitats of the Caatinga scrub and cloud forest enclave at Serra da Guia, state of Sergipe / Mamíferos não-voadores em habitats de Caatinga arbustiva e enclave de brejo de altitude na Serra da Guia, estado de Sergipe

Rocha, Patrício Adriano da; Ruiz-Esparza, Juan; Beltrão-Mendes, Raone; Ribeiro, Adauto de Souza; Campos, Bruno Augusto Torres Parahyba; Ferrari, Stephen Francis.
Revista Brasileira de Zoociências (Online); 16(1/3): 93-103, 2015. map, tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1494619

Resumo

There were identified 19 species of nonvolant mammals on the Serra da Guia region, municipalities of Poço Redondo - Sergipe and Pedro Alexandre - Bahia. The samplings were conducted between December 2008 and August 2009, in two different areas: Caatinga dry scrub and a Cloud Forest enclave, in which were placed 10 Sherman type traps, within three nights per month. To mid and large mammals species, existing transects of 1,000 m were traveled, searching for tracks, sightings, feces or vocalizations. Among sampled species, only Leopardus tigrinus is in the IUCN Red List, classified as Vulnerable (VU). Regarding the differences between the study sites, some species were sampled only in exclusive areas, as: Monodelphis domestica and Thrichomys laurentius to Caatinga dry scrub; and Marmosops incanus, Trinomys albispinus and Oecomys catherinae to Cloud Forest. Continued studies may provide more information about the mammal diversity and the role of Cloud Forest in the maintenance of such diversity, to the Caatinga Biome.
Foram identificadas 19 espécies de mamíferos não voadores na região da Serra da Guia, nos municípios de Poço Redondo, Sergipe e Pedro Alexandre, Bahia. As amostragens foram realizadas nos meses de dezembro 2008 a agosto 2009 em duas áreas: caatinga arbustiva e brejo de altitude, nas quais foram colocadas 10 armadilhas tipo Sherman, com três noites de amostragem por mês, para a captura de mamíferos de pequeno porte. No caso dos mamíferos de médio e grande porte, foram realizados transectos de 1.000 m em trilhas pré-existentes, na busca de rastros, visualizações, fezes e vocalizações. Dentre as espécies de amostradas, apenas Leopardus tigrinus consta na Lista Vermelha da IUCN, classificada como Vulnerável (VU). Em relação à distinção entre os ambientes, algumas espécies foram capturadas exclusivamente em determinadas áreas, como: Monodelphis domestica e Thrichomys laurentius para Caatinga arbustiva; e Marmosops incanus, Trinomys albispinus e Oecomys catherinae, para brejo de altitude. Com estudos contínuos podem ser fornecidas maiores informações sobre a diversidade de mamíferos não voadores e o papel dos brejos de altitude na manutenção da mesma, no bioma Caatinga.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1