Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Venomous animals of state of Piauí: epidemiology of accidents and list of medical importance species / Animais peçonhentos do estado do Piauí: epidemiologia dos acidentes e lista de espécies de importância médica

Benício, Ronildo Alves; Carvalho, Leonardo Sousa; Fonseca, Mariluce Gonçalves.
Revista Brasileira de Zoociências (Online); 20(1): 14-ago. 2019. tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1494744

Resumo

Os casos de envenenamentos aumentaram consideravelmente no Brasil, no entanto, para o estado do Piauí apenas dois estudos foram realizados até o momento. Aqui, investigamos, através dos formulários de notificação, as características epidemiológicas dos casos de envenenamentos ocorridos durante 11 anos na macrorregião de Picos, estado do Piauí, Nordeste do Brasil. Além disso, também verificamos se as espécies registradas nos formulários de notificação correspondem às espécies que ocorrem na região. Registramos 1.249 casos de envenenamentos, sendo 41% causados por escorpiões, 35% causados por serpentes e 24% causados por aranhas. Na maioria dos casos (aracnídeos = 99%, escorpiões = 93%, serpentes = 52%) não houve a identificação da espécie causadora do acidente. A maioria das vítimas dos acidentes (66%) eram indivíduos do sexo masculino entre 18 e 24 anos de áreas rurais, picadas durante atividades de campo na estação chuvosa (janeiro a março). Os locais de lesão mais comuns foram os membros inferiores (37%) e a maioria (53%) dos acidentes foi do tipo leve. Este é o primeiro estudo que reporta o perfil epidemiológico de uma série de envenenamentos (incluindo aracnídeos e serpentes) durante 11 anos de ocorrência no estado do Piauí. Além disso, também apresentamos a primeira lista de espécies de aracnídeos e serpentes de importância médica para o estado. Nossos resultados demonstram que houve uma alta incidência de acidentes por animais peçonhentos na região centro-sul do estado, a maioria dos registros não foi notificada no SINAN, a maioria dos registros não apresentou a identificação das espécies responsáveis pelo acidente, e há registros cujas espécies foram identificadas incorretamente.
Cases of poisoning have increased considerably in Brazil, however for state of Piauí only two studies were carried out so far. Here, we investigated, through the notification forms, the epidemiological characteristics of cases of poisoning that occurred during 11 years in a macro-region of Picos, state of Piauí, Northeastern Brazil. Furthermore, we also check whether the species recorded in the notification forms correspond to the species that occur in the region. We recorded 1.249 cases of envenomations, being 41% caused by scorpions, 35% caused by snakes and 24% caused by spiders. Most cases (arachnids = 99%, scorpions = 93%, snakes = 52%) there was no identification of species causing the accident. Most of the victims of the accidents (66%) were male individuals between 18 and 24 years from rural areas, stung during field activities in the rainy season (January-March). The most common injury sites were the lower limbs (37%) and the majority (53%) of the accidents was the mild type. This is the first study that reports the epidemiological profile of a series of envenomations (including arachnids and snakes) during 11 years of records in the state of Piauí. Furthermore, we also present the first list of species of arachnids and snakes of medical importance to the state. Our results demonstrate that there was a high incidence of accidents by venomous animals in the Center-South region of the state, most of the records was not notified in SINAN, most records does not present the identification of the species responsible for the accident, and there are records whose species was incorrectly identified.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1