Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Análise dos níveis de colesterol e da influência do enriquecimento ambiental no comportamento de psitacídeos / Analysis of the cholesterol levels and influence of environmental enrichment on the behavior of parrots

Biazussi, Letícia Maria; Neuhaus, Elisângela; Preuss, Jackson Fábio.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1494752

Resumo

Para espécies da fauna selvagem, quando alguma demanda natural não é mantida em cativeiro, altos níveis de estresse podem ser gerados. Condições como estresse ambiental, desequilíbrios nutricionais e doenças clínicas muitas vezes são de difícil detecção em animais silvestres em cativeiro. Com isso, a utilização de ferramentas de enriquecimento e exames laboratoriais são cruciais para avaliar estas alterações. O objetivo desse trabalho foi analisar os níveis de colesterol e a influência do enriquecimento ambiental no comportamento de psitacídeos submetidos a diferentes técnicas de enriquecimento ambiental. O estudo foi realizado na sede do 2º Pelotão da 2ª Companhia do 2º Batalhão de Polícia Militar Ambiental, no município de São Miguel do Oeste, Santa Catarina, Brasil. Avaliaram-se 11 psitacídeos de oito diferentes espécies, todas oriundas de resgates ou apreensões. A coleta de dados foi realizada entre os meses de maio e outubro de 2018. A metodologia fundamentou-se na observação em dois dias mensais para cada fase, por um período total de 4 h/dia, das 13 h às 17 h. Os dados foram coletados em três fases: pré-enriquecimento, enriquecimento e pós-enriquecimento. Nas 60 horas de observações foram encontradas oito categorias comportamentais, sendo sete visuais e uma sonora. Não foi detectada diferença significativa entre as fases de amostragem (ANOVA: P > 0,05). Entretanto, comportamentos classificados estereotipias diminuíram consideravelmente na fase de pós-enriquecimento com a aplicação de ferramentas de enriquecimentos ambiental. A média obtida do colesterol sérico foi de 653,68 ± 87,60 mg.dl-1, níveis considerados alterados para este grupo de aves. Conclui-se que os indivíduos de psitacídeos avaliados apresentavam condições fisiológicas e comportamentais impactadas pela vida em cativeiro e que a utilização de enriquecimento ambiental mostrou resultado positivo, aumentando assim seu bem-estar e reduzindo comportamentos estereotipados.
For wildlife species, when some natural demand is not kept in captivity, high levels of stress can be generated, conditions such as environmental stress, nutritional imbalances and clinical diseases are often difficult to detect in wild animals in captivity. With this, the use of enrichment tools and laboratory tests is crucial to evaluate these changes. The objective of this work was to analyze cholesterol levels and the behavioral response of psittacids submitted to different environmental enrichment techniques. The study was carried out at the headquarters of the 2nd Platoon of the 2nd Company of the 2nd Battalion of Military Environmental Police, in the municipality of São Miguel do Oeste, Santa Catarina, Brazil. Eleven psittacids from rescues or seizures were evaluated. Data collection was carried out between May 2018 and October 2018, for a total of 4h / day, from 1:00 p.m. to 5:00 p.m., the birds' express behavior was analyzed and recorded individually. The data were collected in three phases: pre-enrichment, enrichment and post-enrichment. In the 60 hours of observations were found seven behavioral categories, being six visual and two sonorous. Stereotyped classified behaviors decreased considerably with the application of environmental enrichment tools. The mean serum cholesterol level was 653.68 ± 87.60 mg dl-1, levels considered altered for this group of birds. It is concluded that individuals of psittacids evaluated had physical and behavioral conditions impacted by captive life and that the use of environmental enrichment showed a positive result, thus increasing their well-being and reducing stereotyped behaviors.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1