Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Estimation of carcass and empty body composition of zebu bulls using the composition of rib cuts

Lanna, D.P.D.; Boin, C.; Alleoni, G.F.; Leme, P.R..
Sci. agric; 52(1)1995.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1495428

Resumo

Determination of body composition is very important in nutritional and growth regulation studies. However, determination of body composition by grinding and analyzing all tissues is unfeasible as an experimental routine. The objective of this study was to test methodologies for body composition estimation. Linear measurements and chemical composition of the 9-10-11th and 10th rib sections were used to estimate chemical composition of 31 Nellore (Zebu) intact males with an average 333.5 kg body weight (range of 180.5 to 496.0) and 16.1% empty body lipid (range of 10.6 to 22.1). Composition of ribs, carcass and empty body were obtained by quantitatively grinding, homogenizing and sampling all body tissues. The 9-10-11th composition was a good estimator of body composition with r² of 0.99; 0.98; 0.98 and 0.91 for estimates of kg water, lipid, protein, and ash; with low standard errors of the estimate. Results with the 10th rib cut were similar (r² of 0.98, 0.98, 0.97 and 0.88 for the same regressions). Data are in the range of published results, however coefficients of regression were statistically different from those published for Bos taurus populations. Rib cut composition is a good parameter for the estimation of chemical body composition, but specific equations must be used for Zebu animals.
A determinação da composição corporal é fundamental em estudos nutricionais e da regulação do crescimento. Entretanto, a determinação direta é impraticável como rotina experimental. O objetivo deste estudo foi testar metodologias para estimar a composição química corporal. A composição da secções da 9-10-11ª e da 10ª costelas foram empregadas para estimar a composição corporal de 31 tourinhos Nelore com média de 333,5 kg de peso (variação de 180,5-496,0) e 16,1% de lípideo no corpo vazio (variação de 10,6-22,1). A composição dos costelas, carcaça e corpo vazio foram obtidas através de moagem quantitativa de todos os tecidos. A composição da 9-10-11ª costelas foi um bom estimador da composição com r² de 0,99; 0,98; 0,98 e 0,91 para as estimativas de kg de água, lipídeo, proteína e cinzas com baixo desvio padrão da estimativa. Os resultados com a secção da 10ª costela foi similar (r² de 0,98, 0,98, 0,97 e 0,88 para as mesmas regressões). Dados são consistentes com resultados da literatura, entretanto os coeficientes lineares das regressões foram estatisticamente diferentes daqueles publicados para Bos taurus. A composição de secções das costelas é um bom parâmetro para estimar a composição corporal, mas equações específicas devem ser utilizadas para zebuínos.
Biblioteca responsável: BR68.1