Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Mortadella sausage formulations with mechanically separated layer hen meat preblended with antioxidants

Antonio Trindade, Marco; Josefina Contreras Castillo, Carmen; Eduardo de Felício, Pedro.
Sci. agric; 63(3)2006.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1496640

Resumo

At the end of the laying cycle, layer hens can be used for production of mechanically separated meat (MSML) for sausage manufacture. However, mechanically separated meats are susceptible to lipid and pigment oxidation during storage, problems that could be prevented by the use of antioxidants present in curing additives traditionally used in meat processing. The objective of this work was to evaluate the quality and stability of Mortadella produced with MSML added of sodium erythorbate (1000 ppm) and sodium nitrite (150 ppm) through preblending or during chopper processing (control treatment), after long term frozen storage of raw meat ingredient. The products were stored for 40 days at 7ºC and evaluated in regard to the oxidative stability of lipids (TBARS values), objective color, and microbiological and sensory attributes. Preblending MSML lessened rancidity of the final product in comparison to the control (0.2 and 2.2 mg malonaldehyde per kg, respectively), and elicited better color (a* = 7.5 and 10.5, respectively). Total counts of psychrotrophic microorganisms were similar for both treatments (2 log CFU g-1). Previous blending of nitrite (150 ppm) and erythorbate (1000 ppm) in mechanically separated meat soon after the extraction is recommended when the raw material will eventually go through prolonged frozen storage before its use in Mortadella sausage processing.
Uma das formas de utilização das galinhas poedeiras ao final do ciclo de postura é a obtenção de carne mecanicamente separada (MSML) para a elaboração de embutidos. Entretanto, carnes mecanicamente separadas apresentam alta susceptibilidade à oxidação lipídica e dos pigmentos. O uso de antioxidantes tradicionalmente utilizados na cura de carne para incorporação prévia à matéria prima poderia evitar estes problemas. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade e a estabilidade de mortadelas elaboradas com MSML com adição de eritorbato (1000 ppm) e nitrito (150 ppm), como pré-cura antes da estocagem congelada, ou durante o processamento no homogeneizador (cutter) de bacia rotativa (controle). Os embutidos foram avaliados durante 40 dias (7ºC) quanto à estabilidade oxidativa dos lipídios (índice de TBARS) e da cor objetiva, assim como a estabilidade microbiológica e sensorial. A pré-cura da MSML garantiu um produto final com menor rancidez quando comparado com o controle (0,2 e 2,2 mg malonaldeído/kg, respectivamente) e melhor coloração (valores de a* entre 7,5 e 10,5, respectivamente) ao longo de todo o tempo de estocagem. As contagens totais de microrganismos psicrotróficos não diferiram entre os tratamentos (2 log UFC g-1). A mistura prévia de nitrito (150 ppm) e eritorbato (1000 ppm) em carne mecanicamente separada que possa vir a sofrer estocagem congelada prolongada antes de ser utilizada na elaboração de embutidos é recomendável.
Biblioteca responsável: BR68.1