Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Protein and mineral supplementation for calves grazing a Mombaça pasture during the winter / Suplementação com sal mineral proteinado para bezerros mantidos em pastagem de capim Mombaça, no inverno

Barros Moreira, Fernanda; Yurika Mizubuti, Ivone; Nunes do Prado, Ivanor; Matsushita, Makoto; Takeo Matsubara, Marcelo; Dognani, Romerson.
Semina ciênc. agrar; 29(1): 203-210, 2008.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-1498347

Resumo

The aim of this work was to evaluate the effect of protein supplementation on the performance of beef calves grazing Mombaça pasture, during the winter. Thirty Nelore calves, 191 kg initial body weight were split in two treatments: mineral salt supplementation and protein mineral salt supplementation. It was used pastures of Mombaça, with a stocking rate of 0.75 AU/ha. The ingredients used on the protein mineral salt formulation were: cassava meal, cottonseed meal, urea/ammonium sulfate in the 10:1 ratio, mineral premix and salt. There was a weight lost in the first 28 days of the experiment, which was higher for the animals supplemented with protein mineral salt (-0.13 kg/day) when compared to the animals with mineral supplementation (-0.01 kg/day). Average daily gain showed no difference during the experimental period (average of 0.38 kg/day). Available dry mass of forage was 2545 kg MS/ha and protein content was 7.05 and 3.58% for leaves and stems, respectively.
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da suplementação protéica sobre o desempenho de bezerros de corte mantidos em pastagem de capim Mombaça, no período do inverno. Foram utilizados 30 bezerros, da raça Nelore, com peso vivo médio inicial de 191 kg, distribuídos ao acaso em dois tratamentos: suplementação com sal mineral e suplementação com sal mineral proteinado. Foram utilizados dois piquetes de capim Mombaça, com taxa de lotação de 0,75 UA/ha. Para formulação do sal mineral proteinado foram utilizados: farinha de varredura de mandioca, farelo de algodão, uréia/sulfato de amônio na proporção de 10:1, premix mineral e sal comum. Houve perda de peso nos primeiros 28 dias de avaliação, sendo esta perda superior para os animais suplementados com sal mineral proteinado (-0,13 kg/dia) em relação aos animais com suplementação mineral (-0,01 kg/dia). Avaliando o ganho médio diário durante todo período experimental, não houve diferença entre os tratamentos (média de 0,38 kg/dia). A massa seca média de forragem no período foi de 2545 kg MS/ha e os teores médios de PB foram de 7,05 e 3,58% para folhas e colmos, respectivamente.
Biblioteca responsável: BR68.1