Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Seroprevalence and risk factors for toxoplasmosis and neosporosis in the dog population of Ibiúna, São Paulo, Brazil / Soroprevalência e fatores de risco para toxoplasmose e neosporose na população canina de Ibiúna, São Paulo, Brasil

Mascolli, Roberta; Soto, Francisco Rafael Martins; Bernardi, Fernanda; Ito, Fumio Honma; Pinheiro, Sônia Regina; Guilloux, Aline Gil Alves; Azevedo, Sérgio Santos de; Silva, Patrícia Viana da; Gennari, Solange Maria; Fernandes, Annielle Regina da Fonseca; Pena, Hilda Fátima de Jesus; Vasconcellos, Sílvio Arruda.
Semina ciênc. agrar; 36(6): 3777-3786, 2015. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1500160

Resumo

This study aimed to determine the prevalence of dogs seropositive for Toxoplasma gondii and Neospora caninum (Apicomplexa) and the risk factors associated with seropositivity in the dog population of Ibiúna, São Paulo, Brazil. A total of 570 animals were examined in the 48 neighborhoods of the city from September 2007 to March 2008. Serological diagnosis of T. gondii and N. caninum infections was performed using indirect immunofluorescence assay (IFA), with endpoint titers of 1:64 for T. gondii and 1:50 for N. caninum. Of the 570 animals examined, 314 (55.1%; 95% CI = 50.9-59.2%) were seropositive for T. gondii and 40 (7.02%; 95% CI = 5.1-9.4%) for N. caninum. The variables presence of rodents (OR = 2.05), ingestion of raw meat (OR= 2.47), and prior sexual activity (OR = 1.79) were identified as risk factors for toxoplasmosis, whereas only prior sexual activity (OR = 3.29) was associated with an increased risk for neosporosis. Both T. gondii and N. caninum infections were detected by IFA in the dog population of Ibiúna. Rodent control and not feeding raw meat to dogs are important to reduce the risk of infection by T. gondii and N. caninum in the region.
O objetivo do trabalho foi determinar a prevalência de animais soropositivos para Toxoplasma gondii e Neospora caninum (Apicomplexa) e determinar os fatores de risco associados à soropositividade na população canina de Ibiúna, São Paulo, Brasil. Foram examinados 570 animais distribuídos nos 48 bairros do município, no período de setembro de 2007 a março de 2008. O diagnóstico sorológico das infecções por T. gondii e N. caninum foi efetuado com a reação de imunofluorescência indireta (RIFI), adotando-se os pontos de corte de 1:64 para T. gondii e 1:50 para N. caninum. Dos 570 animais examinados, 314 (55,1%; IC 95% = 50,9% - 59,2%) foram soropositivos para T. gondii, e 40 (7,02%; IC 95% = 5,1% - 9,4%) para N. caninum. As variáveis presença de ratos (OR = 2,05), ingestão de carne crua (OR= 2,47) e atividade sexual (OR = 1,79) foram identificadas como fatores de risco associados à toxoplasmose, e para neosporose, a variável atividade sexual (OR = 3,29) foi identificada como fator de risco. As infecções por T. gondii N. caninum, detectadas pela RIFI, estão presentes na população canina de Ibiúna. O controle de roedores e a não administração de carne crua aos animais são importantes para reduzir o risco de infecção por T. gondii e N. caninum na região.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1