Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Growth curves on females of the Caracu breed / Curvas de crescimento de fêmeas da raça Caracu

Patrick Moreira, Raphael; Eugênia Zerlotti Mercadante, Maria; Breno Pedrosa, Victor; Noely dos Santos Gonçalves Cyrillo, Joslaine; Henrique, Wignez.
Semina ciênc. agrar; 37(4): 2749-2758, 2016.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1500474

Resumo

The objective of the study was to analyze nonlinear models that best fit the growth of Caracu cows. The experiment was conducted at the Instituto de Zootecnia, Centro APTA Bovinos de Corte, Sertãozinho, SP. Data of weight at birth to 63 months of age, from 500 females of the Caracu breed were used. The mean weight at birth (BW), weaning weight (W7), weight at 26 months (W26) and weight at 63 months (W63) were, respectively, 32 kg, 198 kg, 354 kg and 488 kg, providing an average daily gain (ADG) of 0.241 kg/day. The nonlinear models used were: Brody, Von Bertalanffy, Logistic and Gompertz. All of the models tended to describe accordingly the growth curve of these animals, but, according to the mean square residual and coefficient of determination adopted to select the most appropriate model, Brody showed the best fit. All models presented a high and negative correlation between the A and k parameters, indicating that the most precocious animals are less likely to reach elevated weights at 63 months of age. The effect of year of birth significantly affected (P 0.01) the parameters A and k, concluding that the animal selection based on growth traits favored the increase of mature weight and growth precocity over the generations.
O objetivo do estudo foi analisar os modelos não-lineares que melhores se ajustam ao crescimento de fêmeas da raça Caracu. O experimento foi conduzido no Instituto de Zootecnia, Centro APTA Bovinos de Corte, Sertãozinho, SP. Dados de peso ao nascimento até os 63 meses de idade de 500 fêmeas da raça Caracu foram utilizados. A media de peso ao nascer (PN), peso a desmama (P7), peso aos 26 meses (P26) e peso aos 63 meses (P63) foram, respectivamente, de 32 kg, 198 kg, 354 kg e 488 kg, fornecendo um ganho médio diário (GMD) de 0,241 kg/dia. Os modelos não-lineares utilizados foram: Brody, Von Bentarlanffy, Logístico e Gompertz. Todos os modelos descreveram adequadamente a curva de crescimento destes animais, porém de acordo com o quadrado médio do resíduo e coeficiente de determinação, adotados para escolha do modelo mais apropriado, Brody mostrou o melhor ajuste. Todos os modelos apresentaram alta e negativa correlação entre os parâmetros A e k, indicando que animais mais precoces possuem menor probabilidade de atingir pesos mais elevados aos 63 meses de idade. O efeito de ano de nascimento afetou significativamente (P 0,01) os parâmetros A e k, sugerindo que a seleção dos animais com base em características de crescimento favoreceu o aumento do peso adulto e a precocidade, com o passar das gerações.
Biblioteca responsável: BR68.1