Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Pearl millet grain for beef cattle in crop-livestock integration system: intake and digestibility / Grão de milheto para bovinos de corte em sistema de integração lavoura e pecuária: consumo e digestibilidade

Alonso, Marcell Patachi; Moraes, Eduardo Henrique Bevitori Kling de; Pereira, Dalton Henrique; Pina, Douglas dos Santos; Mombach, Mircéia Angele; Hoffmann, Alvair; Gimenez, Breno de Moura; Sanson, Renan Marcelo Medeiros.
Semina ciênc. agrar; 38(3): 1471-1482, maio-jun. 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1500802

Resumo

The present study aimed to evaluate the nutritional parameters (intake and digestibility) of beef cattle in two genetic groups fed protein-energy supplements formulated by different levels of replacement of maize with pearl millet grain during the dry season. Sixty-four uncastrated young bulls, with an average age of 20 months and an initial body weight of 388 ± 26 kg, were included in the study. The experimental area consisted of four paddocks approximately 4.7 ha in size, composed of Brachiaria brizantha ‘Marandu’ within a crop-livestock integration system. The study was based on a completely randomized factorial design (2×4). Two genetic groups (Crossbred and Nellore) and the effects of replacement of maize with pearl millet grain at 0%, 33%, 66%, and 100% in the supplement formulations were assessed. No significant effects were observed in the genetic groups and with the replacement of maize with pearl millet grain, as well as in the pasture total dry matter (DM) and nutrients intake, or the coefficients of total digestibility of nutrients. The dietary concentration of digested organic matter was not influenced by the replacement levels of pearl millet grain, with values of 514.88, 515.76, 516.01, and 515.98 g kg-1 of DM recorded for the 0%, 33%, 66%, and 100% replacement levels, respectively. Therefore, pearl millet grain can be utilized as a partial or total substitute for maize grain as the energetic ingredient in concentrated supplements for Nellore and crossbred beef cattle in pastures managed in crop-livestock integration systems.
Objetivou-se avaliar os parâmetros nutricionais (consumo e digestibilidade) de bovinos de corte de dois grupos genéticos, alimentados com suplementos proteico-energéticos formulados a partir de diferentes níveis de substituição do milho pelo grão de milheto no período da seca. Foram utilizados 64 novilhos, não castrados, com média de idade de 20 meses e o peso corporal médio inicial de 388 ± 26 kg. A área experimental constituiu-se de quatro piquetes de aproximadamente 4,7 ha, formados com Brachiaria brizantha cv. Marandu em sistema de integração lavoura e pecuária. O experimento foi estruturado em esquema fatorial (2x4) distribuído em um delineamento experimental inteiramente casualizado, onde foram avaliados dois grupos genéticos (Mestiços e Nelore) e quatro diferentes níveis de grão de milheto (0%, 33%, 66% e 100%) em substituição ao grão de milho na formulação dos suplementos. Não houve efeito tanto para o fator grupo genético, quanto para os níveis de substituição do milho pelo grão de milheto e ao consumo de matéria seca (MS) total de pasto e dos nutrientes da dieta e para os coeficientes de digestibilidade total dos nutrientes. A concentração dietética de matéria orgânica digerida não foi influenciada pelos níveis de grão de milheto com valores de 514,88; 515,76; 516,01 e 515,98 g kg-1 de MS, respectivamente para os níveis 0%, 335, 66% e 100%. O grão de milheto como ingrediente energético de suplementos concentrados pode ser utilizado como substituto ao grão de milho de forma parcial ou total na dieta de bovinos de corte Nelores ou Mestiços em pastos formados no sistema de integração lavoura e pecuária.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1