Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Correlations of the feeding behavior of lambs fed diets containing pearl millet silage with addition of urea / Correlações do comportamento ingestivo de cordeiros alimentados com dietas contendo silagem de milheto com adição de ureia

Rodrigues, Thomaz Cyro Guimarães de Carvalho; Carvalho, Gleidson Giordano Pinto de; Araújo, Gherman Garcia Leal de; Santos, Edson Mauro; Freitas, Poliane Meire Dias de; Freitas Júnior, José Esler de; Araújo, Fabiana Lana de; Perazzo, Alexandre Fernandes.
Semina ciênc. agrar; 38(5): 3295-3306, 2017. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1500954

Resumo

The aim of this study was to evaluate correlations among the feeding behavior, intake, in vitro digestibility and production parameters of feedlot-finished lambs. Thirty-two male uncastrated mixed-breed lambs with an average initial live weight of 17.39 ± 2.16 kg were distributed into four treatments (diets) with eight replicates (animals) each, as a function of their weight, in a completely randomized block design. Diets were composed of pearl millet silage with addition of levels of urea (0, 2, 4, and 6%, DM basis), ground corn, soybean meal, and a mineral mixture. The experimental period was 62 days, consisting of 10 days of adaptation and 52 days of data collection. Positive correlations were observed (P < 0.05) for rumination time and feeding efficiency in dry matter with the intakes of dry matter (DM), crude protein (CP), ether extract (EE), neutral detergent fiber (NDF), organic matter (OM), and non-fibrous carbohydrates (NFC). Negative correlations were detected (P < 0.05) between rumination efficiency in NDF and the intakes of DM, EE, NDF, OM, and NFC. Correlations were negative (P < 0.05) between the number of chews per cud and the digestibilities of DM, NDF, NFC, and TDN. The number of chews per day was negatively correlated (P < 0.05) with the digestibility of NDF and with TDN. Rumination time had a positive correlation (P < 0.05) with average daily gain (ADG) and feed efficiency (FE). Feeding efficiency in DM was positively correlated (P < 0.05) with ADG and FE, whereas ruminationefficiency in NDF was negatively correlated with ADG and positively with feed conversion. The increase in feeding efficiency for dry matter generated positive effects on nutrient intake, weight gain, and feed efficiency of the lambs fed diets containing pearl millet silage with addition of urea.
Objetivou-se avaliar correlações entre o comportamento ingestivo, consumo, digestibilidade in vivo e os parâmetros produtivos em cordeiros terminados em confinamento. Foram utilizados 32 cordeiros sem padrão racial definido, machos, não-castrados, com peso vivo inicial de 17,39 ± 2,16 kg distribuídos em blocos inteiramente casualizados, em função do peso, com quatro tratamentos (dietas) e oito repetições (animais). As dietas foram compostas de silagem de milheto com adição de ureia (0, 2, 4 e 6% com base na MS), grão de milho moído, farelo de soja e mistura mineral. O período experimental foi de 62 dias, sendo 10 dias de adaptação e 52 dias de coleta de dados. Observou-se correlações positivas (P < 0,05) entre o tempo de ruminação (RUM), eficiência de alimentação da MS (EAMS) e o consumo de matéria seca (MS), proteína bruta (PB), extrato etéreo (EE), fibra em detergente neutro (FDN), matéria orgânica (MO) e carboidratos não fibrosos (CNF). Correlações negativas (P < 0,05) foram observadas entre a eficiência de ruminação de FDN e os consumos de MS, EE, FDN, MO e CNF. A correlação foi negativa (P < 0,05) entre o número de mastigações por bolo (Nmbolo) e as digestibilidades da MS, FDN, CNF e NDT. O número de mastigações por dia (NMM) se correlacionou de forma negativa (P < 0,05) com a digestibilidade da FDN e com NDT. A variável RUM apresentou correlação positiva (P < 0,05) com oganho médio diário (GMD) e eficiência de alimentação (EA). A EAMS correlacionou-se positivamente(P < 0,05) com GMD e EA, enquanto que, a eficiência de ruminação da FDN (ERFDN) se correlacionounegativamente com GMD e positivamente com conversão alimentar (CA). Aumento na eficiência dealimentação de matéria seca foi responsável pelos efeitos positivos no consumo de nutrientes, ganho depeso e eficiência alimentar dos cordeiros alimentados com dietascontendo silagem de milheto com adição de ureia.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1