Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Changes in quality during maturation of physalis fruit / Mudanças na qualidade durante a maturação de frutos de fisális

Silva, Polyana Barbosa da; Silva, Silvanda de Melo; Silva, Josilene Amaro da; Mendonça, Rejane Maria Nunes; Pereira, Walter Esfrain.
Semina ciênc. agrar; 39(4): 1503-1516, 2018. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1501187

Resumo

The aim of this study was to evaluate the changes in quality of fruits of two species of physalis (P. angulata and P. pubescens) harvested from family farmer orchards in different maturity stages, comparing with fully ripen fruits to those of the commercial species (P. peruviana) of similar maturity. The experiment was conducted in a completely randomized design, in five maturity stages for P. angulata and in four for P. pubescens. Data were submitted to variance analysis and means of the maturity stages compared by the Tukey test at 5 % probability. For the comparison of fully ripen fruits of P. peruviana with the two species produced in different locations were used six replications and the means compared by Dunnett’s test at 5 % probability. The fruit diameter varied from 15.1 to 18.0 mm that classifies it as of caliber B. During maturation the color of the fruit evolved from green to totally yellow (P. angulata) and to yellow-brown with purplish features (P. pubescens). The soluble solids (SS) contents of the fruits of P. angulata were superior to those of P. pubescens and the commercial species. Comparing with commercial species, the SS/AT ratio was higher in locally produced fruits, indicating more palatable fruits. Fruits of P. angulata present favorable characteristics for fresh consumption, with potential for extensive cultivation and trade in family horticulture.
O objetivo deste estudo foi avaliar as mudanças na qualidade de frutos de duas espécies de fisális (P. angulata e P. pubescens) colhidas de hortas de agricultores familiares em diferentes estádios de maturação, comparando os frutos completamente maduros aos da espécie comercial (P. peruviana) de maturidade similar. O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado, em cinco estádios de maturação para P. angulata e em quatro para P. pubescens. Os dados foram submetidos a análise de variância e as médias dos estádios de maturação comparadas pelo teste de Tukey a 5 % de probabilidade. Na comparação dos frutos maduros da P. peruviana com os das espécies colhidas de diferentes localidades, foram utilizadas seis repetições, com as médias comparadas pelo teste de Dunnett, a 5% de probabilidade. O diâmetro do fruto variou de 15,1 a 18,0 mm que o classifica como de calibre B. Durante a maturação a coloração do fruto evoluiu do verde para completamente amarela (P. angulata) e para amarelo pardo com traços arroxeados (P. pubescens). O teor de sólidos solúveis (SS) de frutos de P. angulata foi superior aos da P. pubescens e da espécie comercial. Comparando com a espécie comercial, a relação SS/AT foi superior em frutos das espécies localmente produzidas, indicando frutos mais palatáveis. Assim, os frutos de P. angulata apresentam características favoráveis para o consumo fresco, com potencial para amplo cultivo e comercialização na horticultura familiar.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1