Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Environmental effects on pre-weaning traits in Santa Gertrudis cattle / Efeitos ambientais sobre características da pré-desmama em bovinos da raça Santa Gertrudis

Marestone, Bruna Silva; Muniz, Carolina Amália Souza Dantas; Ribeiro, Edson Luis de Azambuja; Simonelli, Sandra Maria.
Semina ciênc. agrar; 40(3): 1297-1306, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1501405

Resumo

We aimed to evaluate environmental effects on pre-weaning traits of Santa Gertrudis cattle. We used 213 standardized records for adjusted 205-day weight at weaning (W205), average daily gain from birth to weaning (AGD), and number of days to gain 160 kg from birth to weaning (D160), obtained from the Santa Gertrudis Breeders’ Association for animals born between 1990 and 1997. The files were edited with information regarding cow age at calving (CAC) and contemporary group (CG),for which the effects of year and season of birth, animal category, herd, and sex were considered. It was observed that cow age at calving, which had linear and quadratic effects, and effect of contemporary group were significant (P<0.0001) for the evaluated traits. Estimated averages were 198.05 ± 40.64 kg, 0.790 ± 0.198 kg day-1,and 288.05 ± 67.18 days for W205, ADG, and D160, respectively. Males were 4.67 kg heavier (197.17 kg) than females, on average. Regarding the animal category effect, the classified females were 2.3% heavier than the unclassified males, on average. On average, animals born in the dry season were 1.6% lighter than those born in the rainy season (197.18 kg). Thus, environmental effects are important and should be considered in any analysis model.
O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos ambientais sobre as características da pré-desmama em bovinos da raça Santa Gertrudis. Foram utilizados 213 registros de peso à desmama padronizado aos 205 dias (P205), ganho médio diário do nascimento à desmama (GMD) e número de dias para ganhar 160 kg do nascimento até a desmama (D160), oriundos da Associação dos Criadores de Santa Gertrudis, de animais nascidos no período de 1990 a 1997. Os arquivos foram editados com as informações da idade da vaca ao parto (IVP) e grupo de contemporâneos (GC) que considerou os efeitos de ano e estação de nascimento, categoria animal, rebanho e sexo. Por meio dos resultados obtidos observou-se que a idade da vaca ao parto, efeitos linear e quadrático e o grupo de contemporâneos foram significativos (P<0,0001) para as características avaliadas. As médias estimadas foram de 198,05 ± 40,64 kg, 0,790 ± 0,198 kg dia-1e 218,05 ± 67,18 dias para P205, GMD e D160, respectivamente. Os machos foram 4,67 kg mais pesados (197,17 kg) do que as fêmeas. No efeito de categoria animal as fêmeas selecionadas mostraram-se 2,3% superiores aos machos. Animais nascidos na estação da seca foram 1,6% mais leves em relação aos que nasceram nas águas (197,18 kg). Assim, as avaliações dos efeitos ambientais tornam-se importantes e devem ser consideradas no modelo de análise.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1