Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Pathogenicity and virulence of entomopathogenic nematodes against Dichelops melacanthus Dallas (Hemiptera: Pentatomidae) / Patogenicidade e virulência de nematoides entomopatogênicos contra Dichelops melacanthus Dallas (Hemiptera: Pentatomidae)

Guide, Bruna Aparecida; Alves, Viviane Sandra; Fernandes, Thiago Augusto Paes; Marcomini, Matheus Corseti; Meneghin, Ana Maria; Neves, Pedro Manuel Oliveira Janeiro.
Semina ciênc. agrar; 40(4): 1417-1426, jul.-ago. 2019. graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1501456

Resumo

Infestações e danos de Dichelops melacanthus (Dallas) (Hemiptera: Pentatomidae), na cultura do milho e trigo no Brasil tem aumentado nos últimos anos, principalmente devido à sua capacidade de sobreviver ao período de entressafra. O controle deste inseto é realizado principalmente com inseticidas químicos, porém o desenvolvimento de métodos alternativos, como o controle biológico, pode contribuir para um manejo mais sustentável. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar o potencial de nematoides entomopatogênicos (NEPs) no controle de D. melacanthus. O teste de seleção foi realizado com 15 isolados dos gêneros Steinernema e Heterorhabditis quanto à patogenicidade e virulência sobre adultos de D. melacanthus. Foram realizados, também, teste de concentrações (10, 20, 40, 50 e 100 juvenis infectantes (JIs)/cm²) e teste em casa-de-vegetação, nos quais utilizou-se apenas o isolado Steinernema feltiae (IBCB-n 47). Todos os experimentos foram conduzidos em delineamento inteiramente casualizado. Os dados do teste de seleção foram submetidos ao teste de médias de Scott-Knott (P ≤ 0,05) e os do ensaio em casa-de-vegetação ao Teste-t de Student. Os resultados do ensaio de concentrações foram submetidos à análise de regressão. Todos os isolados apresentaram patogenicidade e virulência sobre adultos de D. melacanthus. Os isolados GL (Heterorhabditis amazonensis), IBCB-n27 (Steinernema sp.) e RSC05 (H. amazonensis) foram os mais virulentos (80,0; 82,0 e 88,0% de mortalidade respectivamente). As concentrações mais altas de S. feltiae (50 e 100 JIs/cm²) foram responsáveis pelas maiores taxas de mortalidade dos percevejos (88,0 e 86,0% respectivamente). No teste realizado em casa-de-vegetação, S. feltiae causou mortalidade (38%) superior ao controle.
Infestations of Dichelops melacanthus (Dallas; Hemiptera: Pentatomidae) in corn and wheat in Brazil, and the subsequent damage, have increased in recent years, mainly owing to this insect’s ability to survive the off-season. The control of this insect is mainly carried out with chemical insecticides, but the development of alternative methods, such as biological control, can contribute to a more sustainable management. Thus, the objective of this study was to evaluate the potential of entomopathogenic nematodes (EPNs) for the control of D. melacanthus. A selection test was performed with 15 isolates of genera Steinernema and Heterorhabditis regarding their pathogenicity and virulence on adults of D. melacanthus. Concentration (10, 20, 40, 50, and 100 infective juveniles (IJs)/cm2) and greenhouse tests were carried out only with the Steinernema feltiae isolate (IBCB-n 47). All experiments were conducted in a completely randomized design. The selection test data were submitted to the Scott-Knott averages test (P ≤ 0.05), and those from the greenhouse test to the Student’s t-test. The results of the concentration assay were subjected to regression analysis. All isolates showed pathogenicity and virulence in adults of D. melacanthus. The isolates GL (Heterorhabditis amazonensis), IBCB-n27 (Steinernema sp.), and RSC05 (H. amazonensis) were the most virulent (80.0, 82.0, and 88.0% mortality, respectively). The higher concentrations of S. feltiae (50 and 100 IJs/cm²) were responsible for the highest mortality rates of green belly stink bug (88.0 and 86.0%, respectively). In the greenhouse test, S. feltiae caused higher mortality (38%) than the control.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1