Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Reproductive disorders affecting 21-month-old bulls assessed by andrological examination / Afecções reprodutivas que acometem tourinhos (21 meses) avaliados por meio de exame andrológico

Oliveira, Ana Paula Luiz de; Lobo Júnior, Adalfredo Rocha; Castilho, Erick Fonseca de; Guimarães, José Domingos; Melo, Thiago Vasconcelos; Mota, Diego Azevedo; Siqueira, Jeanne Broch.
Semina ciênc. agrar; 41(06,supl. 2): 3199-3210, 2020. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1501679

Resumo

The objective of this study was to identify the prevalence of the main pathologies that affect the genital organs of young bulls. We used a database that contained data for 6,408 young Nelore bulls. The data were collected from June to August 2004 and 2005. The bulls were evaluated by andrological examination and semen samples were collected with the aid of an electroejaculation device. The animals were classified in terms of their sexual maturity as animals suitable for reproduction, animals suitable for reproduction in terms of natural service, animals temporarily unfit for reproduction, and animals excluded from reproduction. The reproductive disorders recorded in the excluded animals were classified as penile, testicular, anterior or posterior limb, epididymal, spermatic cord, spermatic, anal sphincter, foreskin, systemic, and seminal vesicle alterations. We used descriptive statistics and analysis of variance to analyze the data. Of the 6,408 bulls evaluated, 309 animals were excluded from reproduction (4.82%). The majority of the excluded bulls (31.7%) suffered from testicular-related pathologies (testicular asymmetry, small scrotal circumference for their age, orchitis, and hydrocele (64.28%, 32.65%, 2.04%, and 1.02%, respectively), seminal vesicle alterations (31.39%), sperm defects (17.15%), and penile alterations (6.79%). Of the 309 animals excluded from reproduction, 21 (6.79%of the excluded and 0.32% of the total animals) suffered from some type of penile alteration, such as persistence of the frenulum (16/21) and total or partial penile adhesion (5/21). Confining the herd for two months and subjecting the animals to their first andrological examination at a younger than usual age, with the objective of selling them, could be why there were high incidences of seminal vesicle pathologies (owing to the homosexual behavior of the males) and of penises with high [...].
Objetivou-se identificar a prevalência das principais patologias que acometem os órgãos genitais de tourinhos jovens. Foi utilizado um banco de dados de 6408 touros jovens da raça Nelore, nos meses de junho a agosto de 2004 e 2005. Os tourinhos foram avaliados por meio de exame andrológico e o sêmen coletado com auxílio do eletroejaculador. A maturidade sexual dos animais foi classificada em: animais aptos à reprodução, animais aptos à reprodução em regime de monta natural, animais temporariamente inaptos à reprodução e animais descartados. As afecções reprodutivas registradas nos animais descartados foram distribuídas em: alterações de pênis, testículos, membros anteriores ou posteriores, epidídimo, cordão espermático, alterações espermáticas, alterações do esfíncter anal, prepúcio, sistêmicas e de vesícula seminal. Análises descritiva e de Variância foram realizadas para análise dos dados. Dos 6408 touros avaliados, 309 animais foram descartados da reprodução (4,82%).A maioria dos touros descartados (31,7%) apresentou patologias relacionadas ao testículo (assimetria testicular, baixo perímetro escrotal para a idade, orquite e hidrocele, com valores de 64,28, 32,65, 2,04 e 1,02%, respectivamente), e vesículas seminais (31,39%), seguidas pelos defeitos espermáticos (17,15% dos descartados) e alterações de pênis (6,79%). Dos 309 animais descartados da reprodução, 21 (6,79% dos descartados e 0,32% do total de animais) apresentaram algum tipo de alteração peniana como persistência do frênulo (16/21) e aderências penianas, total ou parcial (5/21). O confinamento do rebanho por dois meses e a redução da idade dos animais para realização do primeiro exame andrológico, com objetivo de venda de animais precoces, podem ser os responsáveis pela maior incidência de patologias relacionadas às vesículas seminais [...].
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1