Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Efeito da inclusão da farinha do endocarpo i do babaçu nos metabólitos proteicos e energéticos em ovinos / Effect of the inclusion of endocarp flour I of babaçu on energy and protein metabolites in sheep

Sá, Hemilly Menezes de; Teles, Tássia Ludmila; Borges, Iran; Macedo Junior, Gilberto de Lima; Sousa, Jhone Tallison Lira de; Silva, Simone Pedro da.
Vet. Not. (Online); 20(2): 34-41, Jul-Dez. 2014. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1502408

Resumo

We evaluate the effect of inclusion of endocarp flour I of babassu and collection time on energy and protein metabolites in sheep. Twenty sheep, intact males were randomly assigned to four treatments, which consisted of different inclusion levels of endocarp flour I of babassu (0%, 7.5%, 15% , 22.5%) . The experimental design used was completely randomized in split - plot, where the parcels were the different inclusion levels of coproduct and sub - plots in collection times of blood (zero, three, six, nine and twelve hours ), with five replicates by treatment . No interaction was found between experimental treatments and collection times of blood for all variables, except the cholesterol concentration. The collection time affected the concentration of albumin, total protein, uric acid, urea, triglycerides, calcium and phosphorus in the blood. We concluded that inclusion of different levels of endocarp flour I of babaçu not modify the protein metabolites, however, the collection time affects this variable . The inclusion of endocarp flour I of babassu do not alter triglycerides and glucose blood. Cholesterol levels are affected by this coproduct inclusion and the collection times. The maximum inclusion level of endocarp flour I of babassu does not negatively affect the energy and protein metabolites in sheep.
Nós tivemos como objetivo avaliar o efeito da inclusão da farinha do endocarpo I de babaçu e do tempo de coleta sobre os metabólitos energéticos e proteicos em ovinos. Vinte ovinos, machos não castrados foram distribuídos aleatoriamente em quatro tratamentos, que foram constituídos de diferentes níveis de inclusão da farinha do endocarpo I de babaçu (0%; 7,5%; 15%; 22,5%). O delineamento adotado foi o inteiramente casualizado, em esquema de parcelas subdivididas, tendo nas parcelas os diferentes níveis de inclusão do coproduto e nas sub-parcelas os tempos de coleta (zero, três, seis, nove e doze), sendo cinco repetições por tratamento. Não houve interação entre os tratamentos experimentais e os tempos de coleta de sangue para todas as variáveis estudadas, com exceção da concentração de colesterol. O tempo de coleta afetou a concentração de albumina, proteínas totais, ácido úrico e ureia e triglicerídeos e os teores de cálcio e fósforo sanguíneos. Nós concluímos que a inclusão de diferentes níveis da farinha do endocarpo I do babaçu não modifica as concentrações dos metabólitos proteicos, no entanto, o período de coleta afeta diretamente essa variável. As crescentes inclusões da farinha do endocarpo I do babaçu não alteram os valores de triglicerídeos e de glicemia. Os teores de colesterol são afetados pelas inclusões desse coproduto e pelos tempos de coleta. O nível de inclusão máxima da farinha doendocarpo do babaçu não afetanegativamente os metabólitosenergéticos e proteicos em ovinos.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1