Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Caracterização histomorfológica do sistema tegumentar auricular de cateto - Pecari tajacu Linnaeus, 1758) / Histomorphological characterization of collared peccary (Pecari tajacu Linnaeus, 1758) ear integumentary system

Borges, A. A; Bezerra, F. V. F; Costa, F. N; Queiroz Neta, L. B; Santos, M. V. O; Oliveira, M. F; Silva, A. R; Pereira, A. F.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online); 69(4): 948-954, jul.-ago. 2017. ilus, graf, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-876718

Resumo

A criopreservação de tecido somático derivado da pele de catetos consiste numa alternativa para a conservação da biodiversidade por meio da associação com a transferência nuclear. Nesse contexto, a manipulação de tecidos da pele é uma etapa crucial para o sucesso dessa biotécnica. Portanto, o objetivo do presente estudo, foi caracterizar o sistema tegumentar auricular periférico de catetos, visando aprimorar a conservação tecidual. Para tanto, fragmentos auriculares de oito animais foram avaliados quanto às camadas teciduais, aos componentes, à atividade proliferativa e à viabilidade metabólica, usando-se as colorações hematoxilina-eosina e tricrômico de Gomori, quantificação de AgNORs e microscopia eletrônica de transmissão. Assim, tamanhos de 104,2µm e 222,6µm foram observados para epiderme e derme, com uma proporção volumétrica de 36,6% e 58,7%, respectivamente. Além disso, na epiderme, foram evidenciadas as camadas basal (22,5µm), intermediárias (53,5µm) e córnea (28,2µm), com valores médios de 65,3 células epidermais, 43,4 melanócitos e 14,8 halos perinucleares. Já a derme apresentou 127 fibroblastos, com 2,5 AgNORs/nucléolo. Adicionalmente, a atividade metabólica foi de 0,243. Em conclusão, o sistema tegumentar auricular periférico de catetos possui algumas marcantes variações em relação a outros mamíferos, quanto ao número de camadas e espessura da epiderme, quantidade de células epidermais, melanócitos e parâmetros proliferativos.(AU)
The cryopreservation of somatic tissue derived from skin of collared peccaries is an alternative for biodiversity conservation through association with nuclear transfer. In this context, tissue manipulation of skin is a critical step for the success of this biotechnique. Therefore, the aim was to characterize the peripheral ear integumentary system derived from collared peccaries, directing to improve tissue conservation. Thus, ear fragments of eight animals were evaluated for tissue layers, components, proliferative activity and metabolic viability, using hematoxylin-eosin and Gomori Trichrome, AgNORs quantification and transmission electronic microscopy. Hence, sizes of 104.2 µm and 222.6 µm were observed in the epidermis and dermis, with a volumetric ratio of 36.6% and 58.7%, respectively. Moreover, basal layer (22.5 µm), intermediate (53.5 µm) and cornea (28.2 µm), with mean values of 65.3 epidermal cells, 43.4 melanocytes and 14.8 perinuclear halos were evidenced in the epidermal. Already the dermis has 127 fibroblasts with 2.5 AgNORs/nucleolus. Additionally, the metabolic activity was 0.243. In conclusion, the peripheral ear integumentary system derived from collared peccaries possessed some important variations compared to other mammals, as the number of layers and thickness of the epidermis, number of epidermal cells, melanocytes and proliferative parameters.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1