Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Combination of ethylene glycol with sucrose increases survival rate after vitrification of somatic tissue of collared peccaries (Pecari tajacu Linnaeus, 1758) / Combinação de etilenoglicol com sacarose aumenta a taxa de sobrevivência após a vitrificação de tecido somático de catetos (Pecari tajacu Linnaeus, 1758)

Borges, Alana A; Neta, Luiza B. Queiroz; Santos, Maria V. O; Oliveira, Moacir F; Silva, Alexandre R; Pereira, Alexsandra F.
Pesqui. vet. bras; 38(2): 350-356, fev. 2018. tab, graf, ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-895565

Resumo

The cryopreservation of somatic tissue in collared peccaries promotes an alternative source of genetic material of this specie. The solid-surface vitrification (SSV) is a great option for tissue conservation; nevertheless, the optimization of SSV requirements is necessary, especially when referred to cryoprotectants that will compose the vitrification solution. Therefore, the aim was to evaluate the effect of the presence of 0.25 M sucrose in addition to different combinations (only or association) and concentrations (1.5 M or 3.0 M) of ethylene glycol (EG) and/or dimethyl sulfoxide (DMSO) in the somatic tissue vitrification of collared peccaries. Subsequently, we tested six combinations of cryoprotectants with or without sucrose in Dulbecco modified Eagle medium (DMEM) plus 10% fetal bovine serum (FBS). Thus, 3.0 M EG with sucrose was able to maintain normal tissue characteristics compared with non-vitrified (control), especially for the volumetric ratio of epidermis (61.2 vs. 58.7%) and dermis (34.5 vs. 36.6%), number of fibroblast (90.3 vs. 127.0), argyrophilic nucleolar organizer region (AgNOR) ratio (0.09 vs. 0.17%) and nucleus area (15.4 vs. 14.5 µm2) respectively. In conclusion, 3.0 M EG with 0.25 M sucrose and 10% FBS resulted in a better cryoprotectant composition in the SSV for somatic tissue of collared peccaries.(AU)
A criopreservação de tecido somático em catetos promove uma fonte alternativa de material genético nesta espécie. A vitrificação em superfície sólida (VSS) é uma ótima opção para a conservação do tecido; contudo, a otimização dos requerimentos da VSS é necessária, especialmente quanto aos crioprotetores que irão compor a solução de vitrificação. Portanto, o objetivo foi avaliar o efeito da presença de 0,25 M de sacarose em adição com diferentes combinações (individual ou associação) e concentrações (1,5 M ou 3,0 M) de etilenoglicol (EG) e/ou dimetilsulfóxido (DMSO) na vitrificação de tecido somático de catetos. Subsequentemente, nós testamos seis combinações de crioprotetores com ou sem sacarose em meio de Eagle modificado por Dulbecco (DMEM) acrescido de 10% de soro fetal bovino (SFB). Assim, 3,0 M de EG com sacarose foi capaz de manter as características normais do tecido comparado com o não vitrificado (controle), especialmente para a proporção volumétrica da epiderme (61,2 vs. 58,7%) e derme (34,5 vs. 36,6%), número de fibroblastos (90,3 vs. 127,0), razão da região argirófila organizadora de nucléolo (AgNOR) (0,09 vs. 0,17%) e área do núcleo (15,4vs.14,5 µm2), respectivamente. Em conclusão, 3,0 M de EG com 0,25 M de sacarose e 10% de SFB resultaram na melhor composição de crioprotetores na VSS para tecido somático de catetos.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1