Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Sporotrichosis ­ cat as the source of familiar infection outbreak in Guarulhos, São Paulo: a case report / Esporotricose ­ gato como fonte de infecção em foco epidêmico familiar em Guarulhos, São Paulo: relato de caso

Galati, Leandro Haroutune Hassesian; Tomimori, Jane; Taborda, Carlos Pelleschi; Michalany, Nilceo Schwery; Larsson Júnior, Carlos Eduardo; Larsson, Carlos Eduardo.
Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. (Online); 54(4): 439-444, 2017. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-912676

Resumo

Sporotrichosis is a dermatozoonosis caused by fungi of the Sporothrix genus. It is classified as an implantation mycosis. This fungal infection, with anthropozoonotic and saprozoonotic characteristics and which has domestic felines, soil, and vegetables as main sources of infection, has been responsible for epizootic and epidemic outbreaks in southern and southeastern Brazil. This report presents the case of a feline diagnosed and treated for sporotrichosis at Dermatology Service of FMVZ/USP, after referral from the Dermatology Department of EPM/Unifesp, where the owners of the cat were being treated for human sporotrichosis.(AU)
A esporotricose é uma dermatozoonose que tem como agentes etiológicos fungos do gênero Sporothrix. É responsável por quadros micóticos ditos de implantação. Essa micose, de características antropo e saprozoonóticas e cujas principais fontes de infecção são os felinos domésticos, o solo e os vegetais, tem sido responsável por surtos epizoóticos e epidêmicos no sul e sudeste brasileiro. Este relato apresenta o caso de um felino diagnosticado e tratado para esporotricose pelo Serviço de Dermatologia do Hospital Veterinário da FMVZ/USP, após ter sido encaminhado pelo Departamento de Dermatologia da EPM/Unifesp, onde os proprietários do animal estavam sendo tratados para esporotricose humana.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1