Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Electroretinography in eight species of neotropical deer / Eletrorretinografia em oito espécies de cervídeos neotropicais

Crivelaro, R. M; Thiesen, R; Aldrovani, M; Lima, T. B; Ortêncio, K. P; Padua, I. R. M; Duarte, J. M. B; Laus, J. L.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online); 70(5): 1505-1513, set.-out. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-947128

Resumo

The aim of this study was to establish normal baseline ERG values of 23 anesthetized deer belonging to 8 neotropical species (Mazama americana, Mazama nemorivaga, Mazama gouazoubira, Mazama nana, Mazama bororo, Ozotocerus bezoarticus, Odocoileus virginianus and Blastocerus dichotomus). Only right eyes were studied. Chemical restraint was performed using xylazine associated with ketamine, IM, for M. americana, M. gouazoubira, M. nemorivaga, M. nana, M. bororo, O. bezoarticus and O. virginianus. A combination of tiletamine/zolazepam diluted in xylazine 2% was used for B. dichotomus individuals. After 20min of dark adaptation, electroretinograms were obtained using a handheld electroretinography (ERG) machine using the QuickRetCheck Protocol at three different light intensities: 0.01cd.s/m2, 3cd.s/m2, and 10cd.s/m2. After light adaptation, photopic phase was recorded. A-wave amplitude recorded during pattern mixed rod/cone response in M. americana was significantly lower when compared to B. dichotomus. No other differences were observed between the species studied. ERG in Neotropical deer is applicable using a portable ERG system and did not show differences among species in relation to the retinal response at different light intensities. Therefore, the lifestyle of the species is more dictated by the selection pressure of the environment than by physiological factors.(AU)
Objetivou-se estabelecer valores de referência para eletrorretinografia (ERG) de 23 cervídeos anestesiados, de oito espécies neotropicais (Mazama americana, Mazama nemorivaga, Mazama gouazoubira, Mazama nana, Mazama bororo, Ozotocerus bezoarticus, Odocoileus virginianus e Blastocerus dichotomus). Somente os olhos direitos foram estudados. A contenção química foi realizada com cetamina/xilazina, IM, nas seguintes espécies: M. americana, M. gouazoubira, M. nemorivaga, M. nana, M. bororo, O. bezoarticus e O. virginianus. Para o B. dichotomus, foi utilizada a associação de tiletamina/zolazepam e xilazina. Após 20 minutos de adaptação ao escuro, os eletrorretinogramas foram obtidos com aparelho portátil de ERG, utilizando-se o protocolo "QuickRet Check", em três intensidades de luz: 0.01cd.s/m2, 3cd.s/m2 e 10cd.s/m2. Após adaptação à luz, realizou-se a fase fotóptica. Os valores para amplitude da onda A durante a resposta padrão mista de cones/bastonetes em M. americana foram significativamente menores quando comparados aos do B. dichotomus. Não foram observadas outras diferenças entre as espécies. A realização de ERG em cervídeos neotropicais é aplicável utilizando-se aparelho portátil e não demonstrou diferenças quanto à resposta retiniana a diferentes intensidades de luz. Dessa forma, o estilo de vida das espécies é ditado mais pela pressão de seleção do ambiente do que por fatores fisiológicos.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1