Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Use of aqueous extract of noni in extender for sheep semen freezing / Utilização do extrato aquoso de noni em diluente para congelação de sêmen ovino

Nascimento, A. L. C; Santos, A. D. F; Azevedo, H. C; Velarde, J. M. D. S; Lima, C. A; Pereira, M. A; Pinheiro, G. O; Gomes, L. C.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online); 70(5): 1547-1556, set.-out. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-947287

Resumo

The study aimed to evaluate the action of aqueous extract of noni in an extender for sheep semen freezing. Treatments differed in inclusion of aqueous extract of noni in the extender: T1 ˗ no addition; T2 ˗ 24µg/mL; T3 ˗ 72µg/mL; and T4 ˗ 120µg/mL. Ejaculates were collected, diluted in the four treatments, and frozen. After thawing, the semen was subjected to a thermoresistance test and evaluated for subjective motility, vigor, membrane integrity assessment by hypo-osmotic swelling test, live-dead assay, computer-assisted sperm analysis and the status of sperm capacitation and acrosome reaction. Data were subjected to ANOVA, and then to Student Newman Keuls's test at 5% significance level. In the thermoresistance test after two hours of incubation, motility in T4 (120µg/mL) was lower than in the other treatments, with no differences in the HoS test in either diluted semen or in the semen evaluated immediately post-thawing, while for the other times, treatments showed similar responses. Regarding the motility parameters, a difference was observed for progressive motility, curvilinear velocity, average path velocity, and amplitude of lateral head displacement. As to the sperm capacitation status, a difference was observed between treatments for the sperm capacitated with intact acrosome.(AU)
Este estudo teve como objetivo avaliar a ação do extrato aquoso de noni em diluente para congelação de sêmen de carneiro. Os tratamentos diferiram quanto à inclusão de extrato aquoso de noni ao meio diluidor em: T1˗ sem adição de extrato; T2˗ 24µg/mL ; T3- 72µg/mL e 120µg/mL. Por meio de vagina artificial, 16 ejaculados foram coletados, diluídos entre os quatro tratamentos e congelados. Após o descongelamento, o sêmen foi submetido ao teste de termorresistência e avaliado quanto à motilidade subjetiva, ao vigor espermático, à integridade de membrana pelo teste hiposmótico, bem como ao teste supravital, à análise de sêmen assistida por computador (CASA) e ao status de capacitação espermática e de reação acrossomal. Os dados foram submetidos a uma análise de variância, seguida pelo teste de Student-Newman-Keuls com 5% de significância. No teste de termorresistência, após duas horas de incubação, a motilidade do T4 (120µg/mL) apresentou-se inferior aos demais tratamentos. Não houve diferença significativa no teste HOS tanto para o sêmen diluído quanto para o sêmen avaliado imediatamente pós-descongelação; para as demais horas, os tratamentos apresentaram comportamento semelhante. Para os parâmetros de cinética, foi observada diferença estatística para motilidade progressiva, velocidade curvilinear, velocidade do percurso médio e amplitude de deslocamento lateral da cabeça. Quanto ao estado de capacitação espermática, observou-se diferença entre os tratamentos para espermatozoide capacitado com acrossomo intacto.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1