Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Avaliação zootécnica e econômica da criação de camarão marinho ( Litopenaeusvannamei ) em diferentes estratégias de manejo e densidades / Zootechnical and economical evaluation of the creation of marine shrimp (Litopenaeusvannamei) in different management strategies and densities

Bessa Júnior, A. P; Henry-Silva, G. G.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online); 70(6): 1887-1898, nov.-dez. 2018. tab, ilus, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-970649

Resumo

Objetivou-se avaliar a viabilidade zootécnica e econômica na criação de camarão com três diferentes estratégias de manejo e densidades distintas, sendo 92, 14 e 8 cam.m-2 para os tratamentos M1, M2 e M3, respectivamente, com tempo máximo de cultivo de 79 dias. As sobrevivências foram reduzidas em todos os tratamentos, provavelmente influenciadas pela doença da mancha branca e a elevada salinidade da água dos viveiros de criação, o que causou redução na produção e elevou o fator de conversão alimentar aparente - FCAA em M1 e M2. Os índices de rentabilidade e lucratividade foram significativamente inferiores no tratamento M1 quando comparado com o M2 e o M3. O cultivo com população inicial elevada (M1) ocasionou prejuízos econômicos e zootécnicos devido aos elevados FCAAs, à biomassa individual reduzida e aos elevados custos operacionais totais - COT, tornando inviável esse tratamento. As taxas internas de retorno para M2 e M3 foram atrativas, gerando lucro e saldo positivo para o valor presente líquido. O monocultivo de camarão com pequenas populações e submetido à mancha branca (M2 e M3), conseguiu garantir o retorno do capital investido. Esse retorno somente ocorreu em razão dos preços elevados praticados em 2016, caso contrário, preços menores por quilo de camarão inviabilizariam economicamente a atividade.(AU)
The objective of this study was to evaluate the zootechnical and economic viability of shrimp farming with three different management strategies and different densities, 92, 14 and 8 shrimp.m-2 for treatments M1, M2 and M3, respectively, with a maximum cultivation time of 79 days. Survival was reduced in all treatments, probably influenced by the disease of the White Spot and the high salinity of the water of the nurseries, causing reduction in the production and raising the Apparent Food Conversion Factor-FCAA in M1 and M2. The Profitability and Profitability Indices were significantly lower in the M1 treatment when compared to M2 and M3. The cultivation with high initial population (M1) caused economic and zootechnical losses due to high FCAAs, reduced individual biomass and high total operational costs-TOC, making this treatment unfeasible. The internal rates of return for M2 and M3 were attractive, generating profit and a positive balance for the net present value. Monoculture of shrimp with small populations and submitted to Mancha Branca (M2 and M3), managed to guarantee the return of invested capital. This return only occurred due to the high prices practiced in 2016, otherwise, lower prices per kilo of shrimp would make the activity economically unfeasible.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1