Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Serum evaluation of leptin, IL-6, IGF-1 and estrogen in obese bitches with early stages of mammary carcinoma / Avaliação sérica de leptina, IL-6, IGF-1 e estrógeno em cadelas com excesso de peso e portadoras de carcinomas mamários em estágio inicial

Teixeira, S. V; Silva, I. L. D; Nunes, F. C; Campos, C. B; Oliveira, M. R; Lavalle, G. E; Cassali, G. D.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online); 71(1): 143-150, jan.-fev. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | | ID: biblio-989356

Resumo

The aim of this study was to relate the serum concentration IL-6, IGF-1, leptin and estrogen in non-castrated bitches with or without overweight and early stage mammary carcinomas. Forty-three bitches were divided into four groups, two groups without mammary carcinomas with and without overweight, and two groups with mammary carcinomas with and without overweight. Overweight bitches, with or without mammary carcinomas, were statistically different from bitches by ideal weight, in relation to ECC, IMCC and body fat percentages (P< 0.0001). There was a positive correlation between ECC and IMCC (P< 0.0001), ECC and % GC (P< 0.0001), and IMCC and % GC (P< 0.0001). A positive correlation was found between serum leptin and IL-6 (P= 0.0451) and leptin and IGF-1 (P= 0.05). A positive correlation (P= 0.0053) between ECC and leptin was found in the analysis of body evaluation methods and serum concentrations, and a negative correlation between ECC and IL-6 (P= 0.0435). Among the fat percentage and the leptin concentration, there was a positive correlation (P= 0.0016), as found between the IMCC and leptin (P= 0, 0209). In this study, no association was observed between excessive weight and the presence of early stage mammary carcinomas.(AU)
Este estudo teve por objetivo relacionar a concentração sérica de IL-6, IGF-1, leptina e estrógeno, em cadelas não castradas com ou sem excesso de peso, e carcinomas mamários em estágio inicial. Quarenta e três cadelas foram divididas em quatro grupos, sendo dois de cadelas sem carcinomas mamários, com e sem excesso de peso, e dois de cadelas com carcinomas mamários, com e sem excesso de peso. Cadelas com excesso de peso, com ou sem carcinomas mamários, foram estatisticamente diferentes de cadelas em peso ideal, em relação às avaliações corporais de ECC, IMCC e percentual de gordura corpórea (P<0,0001). Foi observada uma correlação positiva entre ECC e IMCC (P<0,0001), ECC e %GC (P<0,0001), e IMCC e %GC (P<0,0001). As análises de estrógeno, leptina, IL-6 e IGF-1 não apresentaram diferenças estatísticas entre os grupos. Demonstrou-se correlação positiva entre as concentrações séricas de leptina e IL-6 (P=0,0451) e leptina e IGF-1 (P=0,05). Encontrou-se correlação positiva entre ECC e leptina (P=0,0053) e negativa entre ECC e IL-6 (P=0,0435). Entre o percentual de gordura e leptina encontrou-se correlação positiva (P=0,0016), assim como entre IMCC e leptina (P=0,0209). Neste estudo, não se observou associação entre excesso de peso e a presença de carcinomas mamários em estadio inicial.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1