Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Genetic relationship between Escherichia coli strains isolated from dairy mastitis and from the stable fly Stomoxys calcitrans / Caracterização genotípica de Escherichia coli isolados de leite com mastite e da mosca dos estábulos Stomoxys calcitrans

Castro, Bruno G; Souza, Miliane M. S; Regua-Mangia, Adriana H; Bittencourt, Avelino J.
Pesqui. vet. bras; 36(6): 479-484, jun. 2016. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-792617

Resumo

The stable fly Stomoxys calcitrans (Linnaeus, 1758) has been described as a potential spreader of infectious agents to cattle herds. Among the agents transmitted by this fly, Escherichia coli has attracted attention due to its potential to cause gastrointestinal disorders as well as environmental mastitis in dairy cows. Therefore, the aim of this study was to isolate and to assess the genetic diversity and the clonal relatedness among E. coli isolates from the milk of dairy mastitis and from stable flies anatomical sites by the Random Amplification of Polymorphic DNA (RAPD-PCR) technique. The molecular typing revealed a high degree of genetic polymorphism suggesting that these microorganisms have a non-clonal origin. Identical electrophoretic profiles were observed between E. coli isolates from different flies, different mammary quarters of the same cow and from cows on a single farm. These results reveal the circulation of the same bacterial lineages and suggest the role of the stable fly in bacterial dispersion. Considering the high pathogenic potential of this bacterial species, our findings alert to a more effective health surveillance.(AU)
A mosca dos estábulos Stomoxys calcitrans é descrita como um importante dispersor de agentes infecciosos aos bovinos. Dentre os agentes veiculados por esta mosca a bactéria Escherichia coli ganha relevância devido ao seu potencial em desenvolver alterações gastroentéricas, bem como mastite bovina ambiental. Desta forma, objetiva-se com este estudo isolar e acessar a diversidade genética e relação de clonalidade entre isolados de E. coli provenientes de casos de mastite e de moscas dos estábulos utilizando a técnica da Amplificação Randômica do DNA Polimórfico (RAPD). A tipagem molecular revelou elevado polimorfismo genético sugerindo que esses microrganismos têm origem não clonal. Perfis eletroforéticos idênticos entre si foram observados entre amostras isoladas de diferentes moscas, quartos mamários de uma mesma vaca, bem como de diferentes vacas dentro de uma mesma propriedade. Esses resultados revelam a circulação de uma mesma linhagem bacteriana e sugerem o papel da Stomoxys calcitrans na dispersão bacteriana. Considerando o elevado potencial patogênico dessa espécie bacteriana, nossos achados alertam para uma vigilância sanitária mais efetiva.(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1