Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Variáveis agronômicas e químicas e degradabilidade ruminal da cana-de-açúcar / Agronomic and chemical variables and sugarcane ruminal degradability

Teixeira, C. B; Ramos, M. H; Santos, J. F; Chaves, M. L; Bitencourt, L. L; Pereira, R. A. N; Ramalho, M. A. P; Pereira, M. N.
Arq. bras. med. vet. zootec; 66(3): 870-878, 06/2014. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-10841

Resumo

Objetivou-se avaliar a variabilidade do valor nutritivo entre cultivares de cana-de-açúcar, estimar a correlação entre digestibilidade e produtividade da planta e definir características químicas e agronômicas mais correlacionadas ao valor nutritivo. Vinte cultivares de cana-de-açúcar foram cultivados em delineamento em blocos ao acaso, com quatro repetições, em Campos, RJ, Brasil. As plantas foram colhidas com Brix superior a 18 por cento, a partir de 370 dias do corte da segunda soca. Características agronômicas e químicas e as degradabilidades ruminais in situ da FDN e da MS foram avaliadas. A produtividade foi 21,2±5,7t de MS/ha, e a degradabilidade ruminal da MS (DEG MS) foi 57,1±2,6 por cento do incubado (média±DP). A degradabilidade ruminal da FDN foi 19,8±2,42 por cento do incubado. Nenhuma variável avaliada foi correlacionada à degradabilidade da FDN (P>0,10). Obter cultivares que conciliam alta produtividade com alta DEG MS é viável, pois a correlação tanto fenotípica quanto genética entre esses caracteres foi pequena. A h2 para a DEG MS foi superior a 85 por cento. Variáveis indiretamente correlacionadas à DEG MS tiveram menor h2 que o desta variável. Canas com baixo conteúdo de fibra, com colmos curtos e com alta relação entre colmos e folhas, foram mais digestíveis.(AU)
The objective was to evaluate the variability of nutritive value among sugarcane cultivars, to estimate the correlation between plant digestibility and productivity, and to define agronomical and chemical traits most correlated with nutritive value. Twenty sugarcane cultivars were cultivated in a completely randomized block design with four replicates in Campos, RJ, Brazil. Plants were harvested when the Brix was superior to 18 percent, starting at 370 days after the second ratoon cut. Agronomical and chemical traits and the ruminal NDF and DM in situ degradability were evaluated. Productivity was 21.2±5.7t of DM/ha and ruminal DM degradability (DM DEG) was 57.1±2.6 percent of incubated (mean±SD). Ruminal NDF degradability was 19.8±2.42 percent of incubated, and none of the variables evaluated were correlated to the NDF degradability (P>0.10). Obtaining cultivars that conciliate high productivity to high digestibility is feasible, since the phenotypic and the genetic correlation between these traits were low. The estimated h2 for the DM DEG was superior to 85 percent. Variables indirectly correlated to the digestibility had smaller h2 than the one for this variable. Sugarcane with low fiber content, short stalk length and high stalk to leaves ratio were more digestible.(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1
Localização: BR68.1