Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Correlação entre o peso, comprimento e anexos fetais de mocós (Kerodon rupestris Wied, 1820) / Correlation between weight, length and fetal membranes of rock cavies (Kerodon rupestris Wied, 1820)

Oliveira, Moacir Franco de; Oliveira, Gleidson Benevides de; Rodrigues, Márcio Nogueira; Fernandes, Ferdinando Vinicius; Coelho, Wesley Adson Costa; Assis Neto, Antônio Chaves de; Silva, Alexandre Rodrigues; Miglino, Maria Angélica.
Braz. j. vet. res. anim. sci; 51(3): 204-211, 2014.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-11864

Resumo

Foi avaliada a existência de correlação entre diferentes anexos fetais de mocós e determinada a relação entre peso do feto e peso da placenta, a relação entre o peso do feto e comprimento do cordão umbilical e a relação entre o peso do feto e comprimento do feto. Foram utilizados anexos fetais e fetos de três, cinco e seis fêmeas, respectivamente, no terço inicial, médio e final de gestação, obtidas no Centro de Multiplicação de Animais Silvestres (CEMAS-UFERSA). Os dados foram expressos em média ± desvio-padrão, bem como valores mínimos e máximos, avaliados pelo programa estatístico GraphPad Prism Versão 6.0. Após a análise dos pressupostos paramétricos, os dados foram submetidos aos Testes de Kruskal-Wallis e Mann-Whitney, e regressão linear. A relação entre peso do feto e peso da placenta demonstrou expressão y = 33,73 + 16,38x com cálculo do coeficiente de correlação entre o peso do feto e o peso da placenta elevado e positivo, evidenciando dependência entre as variáveis (R2 = 0,7251). A relação entre o peso do feto e comprimento do cordão umbilical demonstrou expressão y = 35,64 + 25,64x e a análise de correlação entre as variáveis, positiva (R2 = 0,7201) indicando elevada dependência entre as variáveis. Quanto à relação entre o peso do feto e comprimento do feto, identificou-se uma relação do tipo y = a + bx, cuja expressão definida foi y = 1,26 + 0,41x, com análise de correlação das variáveis apresentando elevada correlação considerando-se o valor de R2 = 0,7890. As variáveis analisadas demonstram uma influência direta no desenvolvimento embrionário e fetal em mocós confirmando a correlação destes com o tamanho do feto.(AU)
We evaluated the correlation between different fetal membranes of rock cavies and determined the relationship between fetal weight and placental weight, the relationship between fetal weight and length of the umbilical cord and the relationship between fetal weight and length of the fetus. The fetuses and fetal membranes of three, five and six females respectively in the first third, middle and late gestation were used, obtained from Multiplication Center for Wild Animals of the Federal University Rural of Semiarid (CEMAS-UFERSA). The data were expressed as mean ± standard deviation, minimum and maximum values, evaluated by the statistical program GraphPad Prism version 6.0. After analysis of parametric assumptions, the data were subjected to Kruskal-Wallis test and Mann-Whitneys test and linear regression. The relationship between fetal weight and placental weight showed the expression y = 33.73 + 16.38x with an estimate of the coefficient of correlation between fetal weight and placental weight high and positive, showing dependence between variables (R2 = 0.7251). The relationship between fetal weight and length of the umbilical cord showed expression y = 35.64 + 25.64x and the correlation analysis between variables, positive (R2 = 0.7201) indicating high dependence between variables. Regarding the relationship between fetal weight and length of the fetus, we identified a relationship of the type y = a + bx, whose expression was defined y = 1.26 + 0.41x, with correlation analysis of the variables showing high correlation considering the value of R2 = 0.7890. The variables analyzed demonstrate a direct influence on embryonic andfetal development in rock cavies confirming the correlation of these with the size of the fetus.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1