Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Endoscopic approach for a laryngeal neoplasm in a dog / Abordagem endoscópica de neoplasia em laringe em um cão

Teixeira, Pedro Paulo Maia; Souza, Erica Siqueira; Jark, Paulo César; Coutinho, Leandro Nassar; Silva, Alanna do Socorro Lima da; Guiduce, Marcos Vinicius Sicca; Maria, Bruna Piva; Silva, Paloma Espirito Santo; Semolin, Lívia Maria Souza; Silva, Marco Augusto Machado; Vicente, Wilter Ricardo Russiano; Tinucci-Costa, Mirela; Nardi, Andrigo Barboza De.
Ci. Rural; 45(1): 131-135, 01/2015. graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-12146

Resumo

Laryngeal and tracheal tumors are rare in pets; some piece of information on their disease behavior, therapy and evolution are limited. Neoplasms in this area are a diagnostic challenge. In many cases, they can be biopsied and excised using endoscopic instruments, but there is no report of this in canines. The goal of this study is to report a successful case of a laryngeal neoplasm removal through endoscopy. A head and neck radiogram revealed a mass in the laryngeal lumen protruding into the trachea. The patient then underwent an endoscopy to confirm the radiographic diagnosis and to surgically remove the tumor. The histopathological diagnosis was poorly differentiated carcinoma. The most appropriate treatment for laryngeal tumors is the resection of the submucosa or a partial laryngectomy however, partial and total laryngectomies are associated with many postoperative complications. In contrast, the endoscopic approach allows for highly magnified visualization of the lesion in situ, which facilitates the surgical removal of the mass through videosurgery. With little manipulation of the affected area, the chances of postoperative complications are reduced, leading to a more rapid recovery. .(AU)
Tumores de laringe e traqueia são raros em animais de estimação e as informações sobre o comportamento, terapia e evolução destas neoplasias são limitadas. Neoplasias nesta área são desafios diagnósticos. Em muitos casos, pode ser feita a biópsia e excisão da massa utilizando instrumentos endoscópicos, mas não existe relato deste tipo de procedimento em caninos. O objetivo deste estudo foi relatar um caso de sucesso da remoção endoscópica de um tumor de laringe. A radiografia da região cervical revelou uma massa na luz da laringe invadindo a traqueia. O paciente foi então submetido a uma endoscopia para confirmar o diagnóstico radiográfico e remover cirurgicamente o tumor. O diagnóstico histopatológico foi de carcinoma pouco diferenciado. O tratamento mais adequado para os tumores da laringe é a ressecção da submucosa ou uma laringectomia parcial, no entanto, estas estão associadas a muitas complicações pós-operatórias. Em contraste, a abordagem endoscópica permite a visualização da lesão in situ, o que facilita a remoção cirúrgica da massa através de videocirurgia. Com pouca manipulação da área afetada, as chances de complicações pós-operatórias são reduzidas, levando a uma recuperação mais rápida. .(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1
Localização: BR68.1