Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Occurrence of ectoparasites on dogs in rural regions of the state of Minas Gerais, Brazil / Ocorrência de ectoparasitos de cães de área rural do estado de Minas Gerais, Brasil

Costa-Junior, Livio Martins; Rembeck, Karina; Mendonça, Filipe Lucas de Melo; Azevedo, Sandro Coelho; Passos, Lygia Maria Friche; Ribeiro, Mucio Flavio Barbosa.
R. bras. Parasitol. Vet.; 21(3): 237-242, July-Sept. 2012. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-12622

Resumo

The present study examined occurrences of ectoparasites and identified them on dogs in rural regions in Brazil, and assessed the influence of climate on these parasites. Ectoparasites were randomly collected from 194 dogs living on farms located in Lavras (n = 92) and Nanuque (n = 102) during the dry season. During the subsequent rainy season, the same dogs in Lavras (n = 71) and Nanuque (n = 66) were resampled. During the experiment, fleas, ticks, lice and fly larvae were collected. The flea species Ctenocephalides felis was the most common ectoparasite collected from these dogs. The main tick species that infested the dogs in rural areas of Nanuque and Lavras was Amblyomma cajennense. In Lavras, the dogs had high levels of flea infestation (80.4 and 88.7% in the dry and rainy seasons, respectively) and low levels of tick infestation (19.6 and 28.2% in the dry and rainy seasons, respectively), without any significant differences in infestation rates between the seasons. In Nanuque, moderate levels of flea infestation (68.6 and 43.9% in the dry and rainy seasons, respectively) and A. cajennense (65.7 and 47.0% in the dry and rainy seasons, respectively) were observed, with significantly lower prevalence in the rainy season (p < 0.05). The presence of ectoparasites was evident at both times of the year, but the different temperatures may have influenced the occurrences of parasites in Lavras and Nanuque.(AU)
O presente estudo examinou a ocorrência e identificação de ectoparasitas em cães de áreas rurais no Brasil, e a influência do clima sobre esses parasitas. Ectoparasitas foram aleatoriamente coletados de 194 cães provenientes de fazendas localizadas em Lavras (n = 92) e Nanuque (n = 102) durante o período seco. No período chuvoso subsequente, os mesmos cães de Lavras (n = 71) e Nanuque (n = 66) foram re-amostrados. Durante o experimento, pulgas, carrapatos, piolhos e larvas de diptera foram coletados. A espécie de pulga Ctenocephalides felis foi o ectoparasita mais comumente encontrado desses cães. A principal espécie de carrapato que infestava os cães nas áreas rurais de Nanuque e Lavras foi Amblyomma cajennense. Em Lavras, os cães tinham altos níveis de infestação de pulgas (80,4 e 88,7% nas estações seca e chuvosa, respectivamente) e baixos níveis de infestação por carrapatos (19,6 e 28,2% nas estações seca e chuvosa, respectivamente), não sendo observada diferença significativa nas taxas de infestação entre as estações. Em Nanuque, níveis moderados de infestação por pulgas (68,6 e 43,9% nas estações seca e chuvosa, respectivamente) e A. cajennense (65,7 e 47,0% na estação seca e chuvosa, respectivamente) foram observadas, com prevalência significativamente menor na estação chuvosa (p < 0,05). A presença de ectoparasitas foi evidente em ambas as épocas do ano, mas as diferentes temperaturas poderiam ter influenciado a ocorrência de parasitas em Lavras e Nanuque.(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1
Localização: BR68.1