Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Lesões podais em ovinos da Mesorregião Sudoeste do Rio Grande do Sul / Foot lesions of sheep from southwestern Rio Grande do Sul

Silveira, Caroline S; Damboriarena, Pedro A; Morais, Raissa M; Trost, Maria Elisa; Pozzobon, Ricardo; Anjos, Bruno L.
Pesqui. vet. bras; 36(10): 971-978, 2016. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-13185

Resumo

Foot lesions in sheep are important causes of economic loss due to fall in productivity, reproduction, by spending on ineffective treatment and elimination of affected animals. The purpose of this study was described the main features of foot lesions of sheep from southwestern Rio Grande do Sul, as well as epidemiological aspects and the importance of occurrence of these lesions for sheep farming in the region. Epidemiological and clinic-pathological information of sheep herds from the region between April 2014 and April 2015, by means of visits to farms. In the study were evaluated 27 sheep flocks on farms located in different municipalities. In 21 farms was reported occurrence of foot lesions in sheep having caused significant economic losses. About 1700 sheep, 10% of herds, showed different degree of lameness caused by foot lesions ranging from mild to severe. It was found that several factors, such as climate and breeding were favorable for the development of foot injuries which may be associated with different disorders and etiologic agents. Although these injuries are important, the control and prevention has proved ineffective. Also was observed that infectious pododermatitis (Footrot) may be the main foot disease of sheep in the region, and can be considered a neglected disease.(AU)
Lesões podais em ovinos são causas importantes de perdas econômicas por quedas na produtividade, na reprodução, por gastos com tratamentos ineficientes e com o descarte de animais afetados. Dessa forma, os objetivos foram descrever as principais características das lesões podais observadas em ovinos da Mesorregião Sudoeste do Rio Grande do Sul, seus aspectos epidemiológicos e a importância da ocorrência desses distúrbios para a criação de ovinos nessa região. Foram coletados dados epidemiológicos e clinicopatológicos de rebanhos ovinos da região entre abril de 2014 e abril de 2015 através de visitas técnicas em propriedades rurais. Foram avaliados rebanhos ovinos em 27 propriedades rurais localizadas em diferentes municípios, dos quais 21 registraram a ocorrência de lesões podais com relato de perdas econômicas significativas. Aproximadamente 1.700 ovinos, em média 10% dos rebanhos, apresentavam diferentes graus de claudicação decorrente de lesões podais que variavam de brandas a severas. Verificou-se que diversos fatores como clima e manejo foram favoráveis para o desenvolvimento das lesões podais e essas podem estar associadas a diferentes distúrbios e agentes etiológicos. No entanto, embora essas condições sejam importantes, o controle e a prevenção tem se mostrado ineficientes. Observou-se ainda que a pododermatite infecciosa dos ovinos (Footrot), parece ser a principal doença podal na região e atualmente pode ser considerada uma doença negligenciada.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1