Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Performance in preweaning pure and crossbred calves in the Mato Grosso do Sul Pantanal region, Aquidauana, Mato Grosso do Sul State, Brazil / Desempenho na pré-desmama de bezerros puros e cruzados na região do Pantanal do Mato Grosso do Sul, Aquidauana, Estado do Mato Grosso do Sul, Brasil

Fialho, Fabio Rafael Leão; Rezende, Marcos Paulo Gonçalves de; Souza, Julio Cesar de; Silva, Rosana Moreira da; Oliveira, Nicacia Monteiro de; Silveira, Mauricio Vargas da.
Acta Sci. Anim. Sci.; 37(4): 437-442, out.-dez. 2015. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-13275

Resumo

Purebred and crossbred calves (n = 3,871) were selected that were born in the sub-region of the Pantanal of Aquidauana (Brazil), derived from Nellore, Brangus, Wagyu, and ½ Brangus + ½ Nellore cows, which were artificially inseminated by bulls of the Aberdeen Angus, Red Angus, Brangus, Nellore, and Wagyubreeds. Parameters such as weaning weight, daily gain from birth to weaning, and the number of days to gain 160 kg, were assessed inthese calves and phenotypic correlations between the traits were evaluated. Data were analyzed using two statistical models. The first model included sire breed effects, the genetic group of the cow, sex, year of birth (AN), birth season (EN), and the interaction AN * EN. The second model included the genetic group of the calf, sex, AN, EN, and the interaction AN * EN. The genetic group of the cow and calf and the interaction AN * EN did not significantly affect body weight (p 0.05). The average weaning weights of progeny were as follows: Aberdeen Angus bulls, 177.70 ± 3.28 kg; Red Angus, 180.31 ± 3.46 kg; Brangus, 181.48 ± 3.15 kg; Nellore, 175.43 ± 3.60 kg; and Wagyu, 173.16 ± 2.96 kg.(AU)
Utilizaram-se informações de 3.871 bezerros puros e cruzados, provindos de fêmeas das raças: Nelore, Brangus, Wagyu e ½ Brangus vs. ½ Nelore, as quais receberam o sêmen proveniente de touros das raças Aberdeen Angus, Red Angus, Brangus, Nelore e Wagyu para avaliar efeitos sobre o peso a desmama, ganho diário de peso do nascimento a desmama e o número de dias para se obter 160 kg de bezerros nascidos na sub-região do Pantanal de Aquidauana (Brasil), avaliando correlações fenotípicas entre as características. Analisaram-se os dados, utilizaram-se dois modelos estatísticos. O primeiro incluiu efeitos de raça do touro, grupo genético da vaca, sexo, ano de nascimento (AN), estação de nascimento (EN) e interação AN*EN. O segundo incluiu grupo genético do bezerro, sexo, AN, EN e interação AN*EN. Grupo genético da vaca e interação AN*EN do bezerro não influenciou (p 0.05) no peso ao desmame. Observou-se peso médio ao desmame para filhos de touros Aberdeen Angus de 177,7 ± 3,3 kg, Red Angus de 180,3 ± 3,5 kg, Brangus de 181,48 ± 3,2 kg, Nelore de 175,4 ± 3,6 kg e Wagyu de 173,1 ± 3,0 kg.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1