Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Toxoplasma gondii in milk of naturally infected dairy ewes on west mesoregion of Santa Catarina state, Brazil / Toxoplasma gondii em leite de ovelhas leiteiras naturalmente infectadas na mesorregião oeste de Santa Catarina, Brasil

Ossani, R. A; Borges, H. A. T; Souza, A. P; Sartor, A. A; Miletti, L. C; Federle, M; Moura, A. B.
Arq. bras. med. vet. zootec; 69(5): 1294-1300, set.-out. 2017. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-13306

Resumo

This study aimed to detect Toxoplasma gondii in the milk of dairy sheep in the Western mesorregion of state of Santa Catarina by bioassay (22 milk samples from eight ewes seropositive; IFA ≥256) and PCR [for the detection of agent in the brains of mice inoculated on bioassay and directly from milk (108 samples from 42 seropositive ewes (IFA, ≥64) in different lactation periods)]. T. gondii DNA was detected in mice brains inoculated with milk from eight sheep (a sample of the 45th day of lactation and seven in the collection of 90th day) and directly from the milk in samples of the second collection (90 days) in five animals. Taking into account both assays, from a total of 42 ewes in lactation and seropositive for T. gondii, 30.95% (13/42) of the animals presented evidences of T. gondii presence in milk. Positive PCR samples were sequenced and the results confirmed ≥97% identity with the membrane antigen P22 gene of T. gondii. The results showed that T. gondii is present in the milk of sheep, representing a possible source of infection to humans through the consumption of milk "in natura" and/or derivatives, besides the possibility of lactogenic transmission to lambs.(AU)
O objetivo deste estudo foi detectar Toxoplasma gondii no leite de ovinos leiteiros na mesorregião oeste de Santa Catarina, por meio do bioensaio (22 amostras de leite de oito ovelhas soropositivas para T. gondii - RIFI ≥256) e PCR [nos cérebros de camundongos inoculados no bioensaio e diretamente do leite (108 amostras de 42 ovelhas soropositivas (RIFI ≥64) em diferentes períodos de lactação)]. DNA de T. gondii foi detectado no cérebro de camundongos inoculados com leite das oito ovelhas (uma amostra do dia 45 e sete do dia 90 de lactação) e diretamente do leite em amostras da segunda coleta (90 dias de lactação), em cinco animais. Considerando os resultados de ambos os ensaios, de 42 ovelhas em lactação e soropositivas para T. gondii, 30,95% (13/42) dos animais apresentaram evidências da presença do parasito no leite. As amostras positivas na PCR foram sequenciadas e os resultados confirmaram ≥97% de identidade com o antígeno de membrana gene P22 de T. gondii. Os resultados mostraram que o T. gondii está presente no leite de ovelhas, o que representa uma possível fonte de infecção para os seres humanos, por meio do consumo de leite in natura e/ou de derivados, além da possibilidade de transmissão lactogênica aos cordeiros.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1