Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Potential of microalgae in the bioremediation of water with chloride content

E. Ramírez, M.; H. Vélez, Y.; Rendón, L.; Alzate, E..
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-13414

Resumo

Abstract In this work it was carried out the bioremediation of water containing chlorides with native microalgae (MCA) provided by the Centre for study and research in biotechnology (CIBIOT) at Universidad Pontificia Bolivariana. Microalgae presented an adaptation to the water and so the conditions evaluated reaching a production of CO2 in mg L-1 of 53.0, 26.6, 56.0, 16.0 and 30.0 and chloride removal efficiencies of 16.37, 26.03, 40.04, 25.96 and 20.25% for microalgae1, microalgae2, microalgae3, microalgae4 and microalgae5 respectively. Water bioremediation process was carried out with content of chlorides in fed batch system with an initial concentration of chlorides of 20585 mg L-1 every 2 days. The Manipulated variables were: the flow of MCA3 (10% inoculum) for test one; NPK flow for test two, and flow of flow of MCA3+0.5 g L-1 NPK. Chloride removal efficiencies were 66.88%, 63.41% and 66.98% for test one, two and three respectively, for a total bioprocess time of 55 days.
Resumo Neste trabalho avaliou-se a biorremediação da água com conteúdos de cloretos utilizando microalgas nativas (MCA) fornecidas pelo Centro de Estudos e Pesquisas em Biotecnologia (CIBIOT) da Universidad Pontifícia Bolivariana. As microalgas empregadas apresentaram uma adaptação ao meio de cultura e as condições operacionais avaliadas atingindo uma produção de CO2 em mg L-1 de 53,0, 26,6, 56,0, 16,0 e 30,0 e eficiências de remoção de cloretos de 16,37, 26,03, 40,04, 25,96 e 20,25% para MCA1, MCA2, MCA3, MCA4 e MCA5 respectivamente. A biorremediação da água com conteúdos de cloretos foi realizada em modo batelada alimentada (Feed Batch) com uma concentração inicial de cloretos de 20585 mg L-1. A alimentação foi realizada a cada 2 dias. A variável manipulada foi: ensaio um, uma vazão de MCA3 (10% de inoculo); ensaio dois, uma vazão de NPK e ensaio três, uma vazão de MCA3+0,5 g L-1 NPK. As eficiências de remoção foram 66,88%, 63,41% e 66,98% para os ensaios um, dois e três, respectivamente num tempo do bioprocesso total de 55 dias.
Biblioteca responsável: BR68.1