Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Enhanced shoot investment makes invasive plants exhibit growth advantages in high nitrogen conditions

A. Liu, X.; Peng, Y.; J. Li, J.; H. Peng, P..
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-13476

Resumo

Abstract Resource amendments commonly promote plant invasions, raising concerns over the potential consequences of nitrogen (N) deposition; however, it is unclear whether invaders will benefit from N deposition more than natives. Growth is among the most fundamental inherent traits of plants and thus good invaders may have superior growth advantages in response to resource amendments. We compared the growth and allocation between invasive and native plants in different N regimes including controls (ambient N concentrations). We found that invasive plants always grew much larger than native plants in varying N conditions, regardless of growth- or phylogeny-based analyses, and that the former allocated more biomass to shoots than the latter. Although N addition enhanced the growth of invasive plants, this enhancement did not increase with increasing N addition. Across invasive and native species, changes in shoot biomass allocation were positively correlated with changes in whole-plant biomass; and the slope of this relationship was greater in invasive plants than native plants. These findings suggest that enhanced shoot investment makes invasive plants retain a growth advantage in high N conditions relative to natives, and also highlight that future N deposition may increase the risks of plant invasions.
Resumo As alterações de recursos geralmente promovem invasões de plantas, suscitando preocupações quanto às conseqüências potenciais da deposição de nitrogênio (N); No entanto, não está claro se os invasores se beneficiarão da deposição de N mais do que com os nativos. O crescimento é um dos traços inerentes mais fundamentais das plantas e, portanto, os bons invasores podem ter vantagens de crescimento superiores em resposta a alterações de recursos. Comparamos o crescimento e a alocação entre plantas invasivas e nativas em diferentes regimes de N, incluindo controles (concentrações ambientais de N). Descobrimos que as plantas invasivas sempre cresceram muito mais do que as plantas nativas em diferentes condições de N, independentemente das análises baseadas em crescimento ou filogenia, e que o primeiro atribuiu mais biomassa aos rebentos do que o segundo. Embora N aumentou o crescimento de plantas invasivas, esse aumento não aumentou com o aumento da adição de N. Através das espécies invasivas e nativas, as mudanças na alocação da biomassa do extrato foram correlacionadas positivamente com as mudanças na biomassa da planta inteira; e a inclinação desse relacionamento foi maior em plantas invasivas do que plantas nativas. Essas descobertas sugerem que o aumento do investimento em lançamentos faz com que as plantas invasivas mantenham uma vantagem de crescimento em altas condições de N em relação aos nativos, e também destacar que a futura deposição de N pode aumentar os riscos de invasões de plantas.
Biblioteca responsável: BR68.1