Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Reproductive ecology of coypu (Myocastor coypus Molina, 1782) in the Middle Delta of the Paraná River, Argentina / Ecología reproductiva do coipo (Myocastor coypus) no Delta Meio do Río Paraná (Entre Ríos. Argentina)

Courtalon, P; Bó, R F; Spina, F; Jiménez, N; Cantil, L; Fernández, R; Porini, G.
Braz. J. Biol.; 75(1): 30-38, Jan-Mar/2015. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-13701

Resumo

The objective of this study was to estimate and compare some important reproductive parameters of Myocastor coypus over time (June 2006-May 2008), in wetlands of the Middle Delta of the Paraná River (MD) Entre Ríos province, R. Argentina. Within the original coypu distribution range, the MD is among the areas of highest habitat suitability for the species. Coypus were captured and the following reproductive parameters were estimated on a monthly, seasonal and annual basis: pregnancy rate (PR), litter size (LS), gross productivity (GP) and annual production (AP). Statistical non-parametric tests were used for comparisons. Additionally, the expected birth date of each embryo and fetus was estimated by assigning it to a developmental stage category and considering the gestation period of the species. All the parameters showed high values and PR and LS differed significantly between the dry (2006) and humid years (2007). Two peaks of birth were detected, one in spring and another one in mid-autumn. The implications of these results for ensuring the sustainable management of this rodent are discussed.(AU)
O objetivo deste trabalho é a descripção e comparação ao longo do tempo (junho 2006 maio 2008), de diversos parámetros da ecologia reprodutiva de Myocastor coypus nas terras úmidas do Delta Meio do Río Paraná (DM), una das zonas de maior aptidão de hábitat para a espécie dentro da sua área de distribuição original. Com base em capturas de exemplares estimaram-se en forma mensal, sazonal y anual, a taxa de prenhez (TP); o tamanho da camada (TC), a produtividade bruta (PB) e a produção anual (PA) e foram realizadas as comparações correspondentes mediante provas estatísticas não paramétricas. Alem disso, com base no estádio de desenvolvimento dos fetos y embriões observados, levando em consideração a duração do período de gestação, estimou-se quais teriam sido as datas de nascimento mais prováveis. Observaram-se valores relativamente altos para todos os parámetros e diferenças significativas entre as TP y os TC de anos secos (2006) e anos úmidos (2007). Também foram detectados dois picos de parição, um em plena primavera e o outro a meados do outono. Discutem-se as implicâncias destes resultados para assegurar o manejo sustentável do coipo, o principal recurso de fauna silvestre argentina.(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1
Localização: BR68.1