Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Performance of common snook and fat snook juveniles at different stocking densities in fresh water / Desempenho de juvenis de robalo-flecha e robalo-peva submetidos a diferentes densidades de estocagem em água doce

Liebl, Fernanda; Amaral Junior, Hilton; Garcia, Silvano; Souto, Luís Ivan Martinhão; Carvalho, Cristina Vaz Avelar de; Cerqueira, Vinicius Ronzani.
B. Inst. Pesca; 42(1): 145-155, 2016. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-13736

Resumo

The objective of this experiment was to compare survival and growth of fat snook(Centropomusparallelus) and common snook (Centropomusundecimalis), reared in freshwater under different stocking densities. The experiment lasted 251 days. The fish were randomly distributed in cages (1 m x 1 m x 0.8 m), treatments in triplicate, placed inside an earthen pond located in Camboriú (SC). Water quality parameters were measured and were adequate for the species, except for the low temperatures (19.8 ± 3.3 C). Zootechnical parameters were analyzed by a two-way ANOVA (species x density). Concerning growth, total length and condition factor were significantly different between species, and specific growth rate was not significantly different between treatments (0.23% day-1). Nevertheless, there was a significant interaction of species and stocking density in relation to final weight (fat snook 42.4 ± 16.8; 34.5 ± 15.3 e 39.1 ± 18.7 g; common snook 46.2 ± 18.3; 52.8 ± 22.6 e 46.4 ± 18.8 g; for 12.5; 25.0 and 37.5 fish m-³, respectively). Regarding survival, there was also a significantly difference between species (fat snook 90.0 ± 5.9% and common snook 66.3 ± 9.4%). Stocking density significantly affected biomass only (459 ± 74.5 g; 842 ± 100 g; 1,157 ± 293 g, in densities of 12.5; 25.0 e 37.5 fish m-³, respectively). Both species had a positive growth without a clear advantage for common snook, as expected. (AU)
O objetivo deste trabalho foi comparar o desenvolvimento de peixes juvenis de robalo-peva (Centropomus parallelus) e robalo-flecha (Centropomus undecimalis) criados em água doce em diferentes densidades de estocagem, com três réplicas, durante 251 dias. Foram utilizados tanques-rede (1,0 x 1,0 x 0,8 m) no interior de um viveiro escavado no município de Camboriú (SC). Os parâmetros de qualidade da água foram monitorados e permaneceram adequados para as espécies, com exceção da temperatura (19,8 ± 3,3 C). Os parâmetros zootécnicos foram analisados por ANOVA bi-fatorial (espécie x densidade). A taxa de crescimento específico do peso não apresentou diferença significativa entre os tratamentos (0,23% dia-1) e o fator espécie teve efeito significativo apenas no comprimento e no fator de condição. Entretanto, houve interação significativa entre espécie e densidade para o peso (peva 42,4 ± 16,8; 34,5 ± 15,3 e 39,1 ± 18,7 g; flecha 46,2 ± 18,3; 52,8 ± 22,6 e 46,4 ± 18,8 g; para 12,5; 25,0 e 37,5 peixes m-3, respectivamente). Com relação à sobrevivência, a espécie também teve efeito significativo (peva 90,0 ± 5,9% e flecha 66,3 ± 9,4%). A densidade só teve efeito significativo na biomassa. O robalo-peva apresentou maior taxa de sobrevivência em água doce do que o robalo-flecha. O aumento da densidade somente resultou em incremento significativo na biomassa (459 ± 74,5 g; 842 ± 100 g; 1.157 ±293 g, para 12,5; 25,0 e 37,5 peixes m-3, respectivamente). Ambas as espécies apresentaram crescimento,mas sem vantagem nítida do robalo-flecha, como seria esperado.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1