Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Adrenalextomia laparoscópica no tratamento cirúrgico do hiperadrenocorticismo em cães: um desafio para a medicina veterinária / Hiperadrenocorticism surgical treatment by laparoscopic adrenalestomy in dogs: a challenge for veterinary medicine

Põppi, Álan Gomes.
MEDVEP. Rev. cient. Med. Vet.; 7(20): 37-43, jan.-mar. 2009.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-14148

Resumo

A adrenalectomia laparoscocópica (AL) é considerada o procedimento padrão na medicina humana para tratamento cirúrgico de diversas afecções adrenais. Bons resultados são obtidos quando a técnica é aplicada ao tratamento de pacientes com hipercortisolismo decorrente de tumor hipofisário secretor de corticotrofina ou tumores funcionais de córtex adrenal. Contudo, na medicina veterinária quando indicada adrenalectomia, essa é realizada por acesso aberto, havendo um grau demasiado elevado de complicações do procedimento quando comparado com a realização da AL na medicina humana. Não foram encontrados, na literatura veterinária consultada, relatos da plaicação da AL no tratamento de qualquer tipo de afecção adrenal. Como o hiperadrenocorticismo (HAC) representa a principal indicação para adrenalectomia na clínica de cães, este artigo tem o objetivo de revisar potenciais vantagens e desvantagens da aplicação da AL como procedimento de rotina na abordagem cirúrgica das glândulas adrenais. Melhor efeito estético, maior facilidade na visibilização, dissecação e hemostasia das estruturas, menor tempo cirúrgico e menor índice de complicações pós-operatórias são potenciais vantagens da aplicação da técnica na medicina veterinária. Contudo, a obesidade excessiva dos pacientes com HAC, tumores muito grandes (mais de 10 12 cm) e tumores adrenais infiltrativos ou provocadores de êmbolos tumorais podem ser complicadores da abordagem laparoscópica. A realização de experimentos para padronização de técnica de AL adequada, bem como a necessidade dos cirurgiões vencerem a curva de aprendizdo, são aspectos que poderão levar a AL a ser considerada no futuro o procedimento padrão para adrenalectomia na medicina veterinária(AU)
Laparoscopic adrenalectomy (LA) is taken as the “gols standard” in surgical approach to adrenal pathologies in human medicine. Good results are achieved when LA is applied to treatment of Cushings syndrome as well as for functional adrenocortical adenocarcinomas/adenomas. Nevertheless, when adrenalectomy is indicated in veterinary practice, it is performed by open access, with a right level of complications when compared to LA in human medicine. No report was found in veterinary literature concerning LA application to any adrenal disorder. Hyperadrenocorticim is the indication for adrenalectomu in veterinary medine and the purpose of this article is review potential advantages and disadvantages of LA as routine procedure in surgical approach glands. The better esthetic effect, great facility in visualization, dissection and hemostasia, smaller preoperative time and smaller level of post-operatory complications represents potential advantages to LA applicability in veterinary practice. However, severe obesity, tumor with big sizes (>10 12 cm) and infiltrative and emboli producing adrenal tumors are considered portential complications for LA. Padronization of an LA technique suitable through models, as well as the need os surgeons to with the learning curve, are aspects that can make in future, LA the gold standard technique for adrenalectomy in veterinary medicine(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1